Expulso do avião!

0
5
“Eu cheguei ao portão da Southwest Air!!! C39!!! Atendente mais rude existente? Kimmberly S”. Essa parece ser uma reclamação comum, feita por um cliente sobre uma companhia aérea. Porém, esse tuíte do norte-americano Duff Watson resultou em sua expulsão do voo. Ele, que ia de Denver à Minneapolis, disse, em entrevista à rede de TV ABC, que o problema começou quando ele e suas duas filhas tentaram entrar no avião.
Watson alega ser cliente da lista de prioridade, o que permitiria que ele entrasse na aeronave antes dos outros viajantes, mas a atendente não deixou que ele entrasse com suas filhas, que tem 9 e 6 anos. Segundo a profissional, as meninas não poderiam acompanhá-lo. Como sempre havia viajado com elas, o pai questionou se aquilo fazia parte de uma nova política da empresa. De acordo com ele, a atendente não lhe deu respostas. Watson pegou, então, o sobrenome da funcionária, alegando que iria realizar uma reclamação no atendimento ao cliente. Só que, antes, resolveu expor seu descontentamento no Twitter. Após a divulgação, tanto ele quanto suas filhas foram obrigados a se retirar do avião. 
A companhia aérea alega que o tuíte foi considerado como uma ameaça e a expulsão do passageiro como uma forma de segurança. O norte-americano ainda conta que, no momento em que estava deixando o avião, a atendente pediu para que ele deletasse o comentário, caso contrário ela chamaria a polícia. Watson assim o fez. O passageiro e as crianças voltaram a embarcar depois. Mas como resultado dessa situação, ele afirma que não voará mais pela companhia. Em resposta, a Southwest Air afirmou que irá investigar o comportamento da funcionária e que não é de sua conduta proibir comentários de seus usuários.