Faturamento da Redecard cresce 32%

0
14


A Redecard registrou expansão de 32% no faturamento do primeiro semestre de 2005 na comparação com o mesmo intervalo do ano passado. As transações com cartões de crédito MasterCard, MasterCard Electronic e Diners Club International e de débito MasterCard Maestro e RedeShop totalizaram R$ 29,7 bilhões entre os meses de janeiro e junho deste ano. Em linha com a tendência do mercado, o segmento de débito apresentou maior expansão, com alta de 44% nos seis primeiros meses do ano, enquanto o faturamento do crédito subiu 28%. As transações com cartões de débito somaram R$ 8,6 bilhões no período e as com cartões de crédito totalizaram R$ 21,1 bilhões.

As regiões que alcançaram maior taxa de crescimento no primeiro semestre foram Sul (38%), Centro-Oeste (33%) e Nordeste (32%). Separadamente, o débito teve maior alta nas regiões Norte e Sul, 57% e 52%, e o crédito, no Sul e no Nordeste, 31% e 29%. A maior participação na receita da empresa, porém, ainda é da região Sudeste, que concentrou 68% do faturamento no período. Em segundo lugar, está o Nordeste, com 13%, seguido de Sul (10%), Centro-Oeste (6%) e Norte (3%).

Em relação à participação dos setores da economia, o de Alimentação teve destaque, com participação de 27% na receita da empresa. Em seguida, estão os setores de Vestuário (17%), Moradia (15%) e Veículos (13%). Juntos, os quatro segmentos somam 72% da receita da Redecard nos seis primeiros meses do ano. O ramo de Alimentação alcançou ainda a maior participação no faturamento do débito (33%) e do crédito (24%). Os segmentos de Vestuário e Moradia também figuram entre os destaques em participação na receita do débito e do crédito.