Fecomercio quer mudanças para os próximos anos

0
5


A Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio SP) considera que o desafio do segundo mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva será o de promover um crescimento mais robusto da economia, aliado a uma nova inserção do Brasil no Mundo. “Dificilmente isso será possível com a insuportável carga tributária atual, sem uma reforma previdenciária, sem a efetiva queda dos juros ou a redução da estratosférica dívida pública”, diz Abram Szajman, presidente da entidade.

A Fecomercio pretende entregar ao presidente reeleito e ao novo Congresso as propostas e conclusões de dois ciclos de debates realizados pela entidade, ´Simplificando o Brasil´ e ´Inserindo o Brasil no Mundo´. “Com as reformas sugeridas nesses trabalhos será possível criar as condições internas, econômicas e sociais, que nos permitam aproveitar o atual momento de expansão das economias do mundo, com a absorção de novas tecnologias. Alinhar o Brasil às modernas economias do mundo é uma tarefa necessária para combater o atraso e melhorar nossas condições de vida”, conclui Szajman.