FGV desenvolve projeto de ascensão acadêmica

0
2

A sinergia do planejamento pessoal e profissional ao planejamento acadêmico é o principal desafio para os executivos na sociedade contemporânea. O Business Institute/FGV identifica essa necessidade e desenvolve novo conceito para os executivos: o planejamento acadêmico de carreira. A instituição segmentou seus cursos para atender todas as fases da vida profissional, do recém-formado ao CEO. “Planejar a carreira é planejar a vida profissional, pessoal e acadêmica. Não tem como desvincular uma coisa da outra”, conta Alexandre Gimenez, consultor da FGV do curso de Tigen (Tecnologia de Informação aplicada à gestão estratégica e negócios).
Yuri Trafane, aluno do curso de pós-graduação em gestão financeira e diretor da Ynner Marketing, destaca que uma instituição que segmenta os cursos segundo as necessidades da carreira faz com que a sala fique mais homogênea, contribuindo para o desenvolvimento da vida profissional e o aumento da rede de relacionamentos. E completa, “o diferencial do curso de MBA pós-graduação lato sensu é a aplicação do conhecimento na prática”.
O Business Institute/FGV percebeu que as necessidades acadêmicas dos executivos são diferentes durante os vários estágios da carreira. “Montamos uma estrutura que permite ao aluno evoluir, utilizando como base os créditos dos programas já cursados na instituição, até chegar a um mestrado em administração de negócios (Master of Business Adminstration) pela Ohio University”, declara Heliomar Quaresma, presidente do Business Institute Campinas, conveniada da FGV. Hoje o mercado já demanda uma sólida formação acadêmica de gerentes em início de carreira. Assim jovens na faixa de 25 a 30 anos podem começar um projeto acadêmico ambicioso, com um programa de pós-graduação, sabendo que poderão utilizar os créditos integralmente para o mestrado americano.