Gestão contra desperdício

0
2
Das informações incompletas e travamento da máquina até a raiva existe um espaço de tempo muito curto. Aliás, tempo, o maior artigo de luxo da atualidade, faz com que algumas manutenções importantes sejam adiadas, pois sempre tem algo que merece uma preferência. Mas quando o problema estoura, traz consigo o arrependimento por não ter feito uma análise e limpeza dos dados para evitar o transtorno.
Esse gerenciamento é importante devido à quantidade de informações existentes. Nem todas elas são interessantes para a empresa, bem como muitas não estão completas. E o acúmulo desses dados pode aumentar os custos nas operações empresariais, além do desperdício de recursos com baixa produtividade. Então os efeitos começam a ser sentido por todos: dos colaboradores aos clientes.
“Ao analisar um relatório de fechamento de determinada campanha, quem nunca se deparou com índices de insucesso desastrosos, muitas vezes apresentando até 30% de erros do tipo: registros duplicados, endereços que não correspondem ao CEP, CPFs ou CNPJs incompletos, DDDs errados, prefixos antigos, endereços de e-mail fora do padrão, entre outros?”, indaga Mônica Navarro, diretora owner da Newdbase Serviço de Gerenciamento de Dados, demonstrando a importância do gerenciamento de dados na relação entre empresa e cliente.
Dessa forma, informações precisas e qualificadas são o maior diferencial para análises, inteligência de negócios, logística e comunicação com o seu mercado, segundo Mônica. Ela ainda explica que o processo é simples: “extração da base do  web server, onde é realizado o processo de limpeza e enriquecimento dos dados atualizados via servidor”. Isso gera qualidade de dados e aumento de retorno de investimento (ROI) em todas as áreas da empresa.