Graber investe na formação dos funcionários

0
10


O Grupo Graber deu início ao projeto Universidade Graber, em parceria com a Fundetec (Fundação para o Desenvolvimento da Tecnologia, Educação e Comunicação). A partir do mês desse mês (janeiro), os funcionários da Graber podem iniciar cursos superiores, ao todo 15, reconhecidos pelo MEC (Ministério da Educação e Cultura). O funcionário contribui com apenas 100 reais por mês e a Graber complementa o pagamento da Faculdade.

A direção da empresa considera o projeto ambicioso. Nesse primeiro semestre, 50 vagas foram disponibilizadas – e já preenchidas – para o segundo semestre, serão abertas mais 50 vagas. Neste início de projeto, o número de inscritos superou as expectativas da direção. Foram 170 candidatos, sendo que os 50 que obtiveram o melhor desempenho iniciam os estudos neste mês.

“A grande procura nos mostrou que quando as pessoas têm oportunidades, elas buscam o aprimoramento e o desenvolvimento profissional. A retorno foi tão grande, que já estamos estudando novas oportunidades para os nossos colaboradores”, diz Laura Passos, coordenadora de Gestão de Pessoas e uma das responsáveis pela organização da Universidade Graber.

Os pré-requisitos para a inscrição são ser funcionário da empresa há mais de 6 meses e tirar no mínimo, nota 6 na avaliação de desempenho. São 15 opções de cursos disponíveis e todos elas na área de gestão.