Histórias de encantamento da Renner

0
1



Os mais de oito mil colaboradores da Lojas Renner terão a oportunidade de conferir o resultado de um projeto que consumiu um ano de pesquisas. A empresa acaba de lançar o livro “Histórias de Encantamento – A nossa razão de ser”. Idealizado e organizado pelo departamento de Recursos Humanos, com o objetivo de disseminar a filosofia do encantamento adotada pela empresa, o livro é uma coletânea das melhores histórias escritas pelos próprios colaboradores.


Para a publicação de “Histórias de Encantamento” foram selecionadas 100 das mais de 100 mil narrativas escritas por colaboradores e catalogadas desde 1996, ilustrando episódios no dia-a-dia das lojas em que a expectativa do cliente foi superada. “O livro é uma forma de difundir e estimular a prática do encantamento. Com o tempo, fomos percebendo que os clientes que foram encantados costumam retornar à loja para agradecer ao colaborador com uma palavra de carinho e até mesmo uma mimo simbólico. Foi assim que surgiu o conceito ´quem encanta é encantado´”, afirma a diretora de Recursos Humanos da Lojas Renner, Clarice Martins Costa.


A publicação registra relatos como o da colaboradora que encontrou uma sacola da Renner num banco de ônibus e devolveu à dona graças a uma rifa de escola que estava no seu interior; ou o da cliente que teve a calça que vestia costurada, enquanto as suas compras eram liberadas; ou ainda o do colaborador que levou para o neto de um cliente o presente que ele havia comprado, mas não conseguiria entregar porque tinha um vôo marcado.


Motivação – Para estimular os colaboradores a registrarem seus “cases” de encantamento, anualmente, uma campanha de endomarketing com duração de dez meses é realizada nas 87 unidades da rede no Brasil, em diversas etapas. Assim, mensalmente, cada gerente de loja escolhe a melhor história que é encaminhada para o gerente regional, que por sua vez indica a melhor por região para a equipe regional de Recursos Humanos. As finalistas são publicadas no informativo interno da empresa, Planeta Renner, e cada autor recebe R$ 400,00.


Na etapa final da campanha, são escolhidas as melhores histórias de cada regional (7 histórias) e seus autores recebem uma premiação de acordo com o regulamento da edição. Destas sete melhores, a melhor história de toda a empresa é contemplada com uma premiação especial em dinheiro ou viagem. As histórias não selecionadas são arquivadas no Departamento de Recursos Humanos, que organiza o ranking anual. Quanto mais histórias, maior a pontuação para a loja. A unidade melhor colocada também é premiada e recebe um bônus em dinheiro. “Mas não se trata apenas de uma questão financeira ou obrigações profissionais. Cada história de encantamento revela também uma história de realização pessoal de cada narrador”, completa a diretora Clarice Costa.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDedic recebe homenagem no Paraná
Próximo artigoQuem tem atitude?