O canal para quem respira cliente.

Hortifruti lidera compras on-line em supermercados 

Larissa Lima, gerente de operações de Mercadapp na Linx

Durante o primeiro semestre do ano, no top 10 dos produtos mais pedidos virtualmente, as nove primeiras posições são ocupadas por frutas e legumes

Ao longo dos primeiros seis meses de 2022, foram feitos mais de 370 mil pedidos on-line de itens de supermercado no país, totalizando R$77,6 milhões de receita e ticket médio de R$ 209,89. O destaque vai para a categoria de hortifruti, já que 9 entre os 10 produtos mais comprados são de frutas ou legumes. Os dados são da Linx, especializada em tecnologia para o varejo, a partir de informações da vertical Mercadapp. “Em comparação com 2021, ano que ainda foi marcado por certas restrições e menor público nas ruas, o Brasil de 2022 já vive um cenário com a maior parte da população vacinada, e, consequentemente, ocupando mais espaços físicos na hora de comprar. Mesmo com tal cenário de reabertura, o consumidor continuou se beneficiando de tecnologias que foram essenciais durante a pandemia, como a compra digital de supermercados”, comentou Larissa Lima, gerente de operações de Mercadapp na Linx. 

Em comparação com os primeiros seis meses do ano passado, é possível observar quedas nos números, mas ainda assim, muito sutis: a receita deste ano caiu 2,7%, o ticket médio recuou 1,7% e o número de pedidos foi 0,9% menor. Considerando a volta dos clientes para os estabelecimentos físicos e questões econômicas externas como a inflação, o resultado ainda é considerado positivo. “Pudemos constatar que, mesmo com o aquecimento dos supermercados de rua, o brasileiro já se habituou com a digitalização de alguns processos, inclusive na hora de fazer compras de mercado, optando pelo online. Nosso objetivo é otimizar a plataforma cada vez mais, para que mais estabelecimentos possam usufruir de uma tecnologia que traz benefícios tanto para o negócio quanto para o consumidor, que quer escolher em qual canal compra”, acrescentou a executiva.

Os mais pedidos

O top 10 dos produtos mais pedidos é formado por banana prata (489.008 pedidos), batata inglesa (324.311 pedidos), laranja pera (297.903 pedidos), cebola (287.122 pedidos), cenoura, (209.169 pedidos), limão taiti (208.169 pedidos), laranja lima (162.823 pedidos), maçã nacional (162.520 pedidos), tomate (140.228 pedidos) e cerveja long neck (115.058 pedidos). Já o maior ticket médio entre as dez categorias analisadas, foi o de açougue, com R$15,60, seguindo em linha com as recentes altas no preço das carnes em geral. Porém, o valor pode indicar que os consumidores estão colocando no carrinho virtual opções mais acessíveis entre os produtos de açougue disponíveis.

Na avaliação de Larissa, “já é consenso que o comportamento do cliente irá permear entre o físico e o on-line. O que antes era apenas uma alternativa para driblar o risco de sair de casa na pandemia, agora é uma opção corriqueira para quem quer mais conveniência e agilidade na hora de fazer as compras da semana, da quinzena e até do mês. O varejista de supermercado está de olho nas tendências e apostando no e-commerce próprio para alavancar as vendas e expandir a carteira de clientes. Atualmente, temos clientes em 20 estados brasileiros, totalizando mais de 230 negócios utilizando a plataforma Mercadapp”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima