HSBC recomenda compra de ações da CSU

0
10


A corretora do HSBC iniciou a cobertura das ações da CSU CardSystem (Card3) e está recomendando a compra. O preço-alvo é de R$ 17 projetado para dezembro de 2007, o que significa potencial de valorização de 56% em relação ao fechamento de 28 de dezembro. Para o cálculo do preço-alvo, o HSBC utilizou a metodologia de desconto de fluxos de caixa ao acionista (FCFE), com taxa de desconto de 13,35%, calculada a partir da taxa livre de risco (título da dívida externa brasileira + risco-país de 250 pb) somada a um prêmio de risco de mercado de 5,5% a.a. e um beta de 1,1x, com taxa de crescimento na perpetuidade de 3,5% a.a., o que sugere que as ações da CSU CardSystem sejam negociadas a um múltiplo EV/Ebitda projetado para 2007 de 6,0x (e 3,4x para 2008).

A base de cartões administrados pela CSU, que encerrou o 3º trimestre de 2006 em 11,3 milhões, dos quais 7,4 milhões de cartões de crédito, e cerca de 4,0 milhões de cartões private labels, será significativamente elevada a partir de fevereiro deste ano, quando serão migrados para a base da companhia aproximadamente 3,0 milhões de novos cartões de crédito oriundos da Caixa Econômica Federal, cliente que foi conquistado pela CSU em 2006 e com a qual tem um contrato de serviço e de transferência de tecnologia com valor nominal de R$ 197 milhões, válido até 2009.