IDC aponta agenda estratégica

0
10

A Mercury Corp., empresa de BTO (Business Technology Optimization) divulgou o resultado de um estudo conduzido pela companhia em parceria com a unidade de inteligência econômica da IDC. Para isso foram ouvidos executivos de 21 países da Ásia, Europa e Oriente Médio, que revelaram as principais áreas de investimentos e prioridades para os segmentos de finanças, manufatura, alta tecnologia, farmacêutica, revendas, distribuição, telecomunicações, utilities e serviços.
O estudo, chamado “Direcionando a TI para os valores de negócios: os três principais desafios da otimização para os CIOs”, teve como base uma pesquisa da IDC realizada com cerca de 750 executivos de TI. De acordo com seus realizadores, o estudo deve auxiliar as corporações a direcionar seus desafios e iniciativas de TI. Em linhas gerais, a pesquisa revelou que:
– 64% dos pesquisados citam a qualidade como um desafio importante ou crítico para o gerenciamento de TI;
– os pesquisados acreditam que os principais benefícios do conceito de conformidade são acuracidade de relatórios financeiros (61%), redução de sua visibilidade nos riscos da corporação (56%) e melhor governança (50%);
– um em cada três pesquisados de grandes corporações (mais de US$ 8 bilhões) lista o gerenciamento de aplicativos como prioridade número um de investimentos e a metade dos pesquisados coloca o item em primeiro ou segundo lugar em suas prioridades de investimento para 2005.
– mais de 40% dos executivos ouvidos pela IDC citaram customização, Web e desenvolvimento de aplicativos legados como principais itens a serem dedicados ao “offshoring”;
– entre companhias norte-americanas com mais de mil empregados, 44% estão desenvolvendo processos de negócios e aplicativos para atender requisitos de conformidade e 27% têm um executivo de TI liderando estas iniciativas;
– as três principais razões para a ocorrência de falhas em aplicativos são falta de processos de gerenciamento, fraco desempenho de aplicativos e falhas no envolvimento das aplicações com o negócio.
“A pressão sobre as áreas de TI para a entrega de grande valor com orçamento zero, ou quase, tem forçado os CIOs a repensar o modo como eles priorizam a entrega e o gerenciamento de aplicativos de negócio. As organizações que adotam melhores práticas para reforçar seus processos operacionais estão mais bem posicionadas para alocar seus recursos de TI e obter melhores resultados”, afirma Melissa Webster, diretora de pesquisa da IDC.
“Os resultados da pesquisa apresentam as forças que estão por trás da rápida adoção de ferramentas de BTO. Conformidade e governança, mudança e complexidade de aplicativos e novos modelos de sourcing vão direcionar as mudanças na agenda de TI no ano que vem”, afirma Milton Cruz, diretor da Mercury para a América do Sul.