IFactus inícia suas operações

0
1

A Ifactus, provedora de soluções de tecnologia, acaba de iniciar suas operações com uma proposta inédita voltada ao mercado SMB (Small and Medium Business) e start ups. A empresa tem como foco oferecer o IFS Applications, da desenvolvedora sueca IFS – Industrial & Financial Systems, com uma oferta comercial garantida pelo grupo Procwork, serviços de consultoria e integradora de soluções de tecnologia da informação.

Diferente do conceito ASP (Application Service Provider), a Ifactus está disponibilizando um modelo de aluguel que funciona como uma espécie de assinatura. A novidade é que as empresas pagarão apenas pelo número de usuários, independentemente do escopo. “Os clientes poderão utilizar qualquer componente do IFS Applications através de um custo mensal que é mensurado a partir da quantidade de usuários, ou seja, o sistema de cobrança funcionará como se fosse uma assinatura de televisão por cabos, que se paga pelo número de pontos instalados”, diz Allan Pires, diretor geral da Ifactus.

Metade das empresas não tem ERP

O executivo afirma que o o bjetivo é conquistar um mercado ainda inexplorado. Segundo dados da Yankee group, cerca de 53% do mercado SMB não têm um sistema de ERP – Enterprise Resource Planning. Com uma equipe de 25 profissionais jtreinados no IFS Applications e investimento inicial de R$ 10 milhões, a Ifactus levará às empresas de pequeno e médio portes a oportunidade de obter uma tecnologia testada mundialmente através da locação de software.

A companhia também comercializará licenças de uso. Para os dois casos – aluguel e venda, a Ifactus oferece um formato de negociação baseado no conceito on demand, que evolui de acordo com a necessidade do cliente. A flexibilidade proporcionada pelo modelo oferece condições para as empresas adquirirem os módulos necessários no momento, podendo evoluir de acordo com a sua necessidade. Além disso, existe a vantagem de treinar os funcionários progressivamente, o que é um grande benefício para esse setor, já que a maioria dessas empresas contam com um quadro pequeno de colaboradores.

Segundo Pires, esse é um grande diferencial. “Como o sistema pode ser implementado gradualmente – por se tratar de uma tecnologia componentizada, o cliente consegue perceber os retornos constantes de investimento. Com isso, conseguimos oferecer processos mais sólidos, com retorno de investimento rápido e custos inferiores às práticas atuais. Estamos lidando com um mercado exigente e que busca na tecnologia sua plataforma de produtividade”, afirma o executivo.