Importante é ter calma e equilíbrio

0
2
O ano ainda não acabou, mas já se pode ter ideia sobre algumas coisas que ele deixou. A principal delas foram os desafios trazidos pela crise econômica. Apesar de muitos já a esperarem, nem todos acreditavam que seria tão complicada. O cenário teve a presença de juros mais altos, o dólar atingindo patamares preocupantes, sem contar o aumento do desemprego. Tudo isso prejudicou os resultados das empresas, como também o otimismo do consumidor. Esse, aliás, está cada vez mais receoso, preocupado e cauteloso, o que afeta ainda mais os números. Qual foi, então, a principal lição de 2015? Segundo Jefferson Frauches Viana, presidente da WayBack, essa foi uma fase de “repensar os negócios, os modelos e a forma de tratar cada etapa”, a fim de poder sofrer da menor forma os impactos. Além disso, entre as principais mudanças que a situação trouxe às empresas, o executivo aponta que está a iniciativa em renegociar todos os ângulos. “As organizações buscam, com isso, a continuidade de seus negócios”, afirma. 
Assim, ainda que 2015 tenha assumido parâmetros de fazer com que qualquer empresa tivesse suas esperanças abaladas, sempre há uma luz no fim do túnel. Para Viana, esse caminho somente é conquistado quando se tem calma e equilíbrio. “Penso sempre que essas são as melhores saídas para qualquer momento, especialmente os mais difíceis.” Afinal, tendo a paciência e a resiliência como aliadas, qualquer negócio é capaz de conseguir encontrar uma oportunidade, uma brecha no mercado que consiga com que tenha um avanço e possa respirar mais aliviado. Por exemplo, esse é um grande momento para que empreendedores busquem por inovação e novidades, já que poderão manter esses diferenciais para além da crise.
Já para o ano que vem, o executiva alerta que talvez continue sendo difícil tanto quanto foi este. De acordo com presidente da WayBack, grandes economistas falam na possibilidade de haver um ápice da crise entre junho e julho de 2016. “Ou seja, ainda vamos piorar um pouco antes de começarmos a melhorar”, declara. E antes que se crie o desespero, basta lembrar que manter o máximo de calma pode fazer encontrar a chance de driblar essa fase, que parece que não irá acabar tão logo. Pensar fora da caixa pode ser o remédio.
Viana será um dos participantes do painel “O Brasil em Tempos de Mudança”, no XIV Encontro com Presidentes. O evento, realizado pela ClienteSA, acontece dia 26 de novembro, em São Paulo. Para o presidente da WayBack, participar de um encontro como este é de grande importância, “pois se trata de um evento e alto nível e que se debate temas de interesse geral”. Sem contar que a troca de conhecimentos é também uma ferramenta valiosa para atual fase. “São nestas ocasiões que aprendemos e escutamos como nossos pares estão tratando assuntos comumente relevantes”, finaliza o executivo.
Serviço
XIV Encontro com Presidentes
Dia: 26 de novembro
Horário: das 08h às 14h30
Local: Espaço do Bosque (Rua Werner Von Siemens, 111 – Lapa de Baixo/ São Paulo)
Para mais informações: http://eventos.clientesa.com.br/143/xiv-encontro-com-presidentes/home.aspx

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSem celular na operação!
Próximo artigoUm novo momento