Imprensa Oficial oferece serviço de certificação digital

0
0

A exigência de mais segurança nas transações realizadas via Internet faz emergir um mercado potencial de milhões de usuários de certificados digitais, autenticação eletrônica que garante a autenticidade e a inviolabilidade das mensagens trocadas pela internet e comércio eletrônico. E é nesta área, que a Imprensa Oficial, certificadora digital do Estado de São Paulo, pretende atingir a marca de um milhão de clientes em dois anos. Por enquanto, apenas 6.000 representações públicas do Estado de São Paulo utilizam o serviço oferecido, por meio do Sistema de Publicação de Matérias no Diário Oficial de São Paulo, PUBnet.
Márcio Nunes, chefe do Núcleo de Tecnologia da Informação da Imprensa Oficial revela que a empresa está em negociação com instituições, inclusive financeiras, para certificação de todos os clientes. Esta tramitação deve resultar em um milhão de novos usuários de certificados. “Estes números traduzem nossa expectativa no atendimento e preocupação das empresas em oferecer aos seus clientes sistemas mais seguros. Estamos falando apenas de uma parte do mercado, que certamente é bem maior”, diz entusiasmado.
O certificado é um par de senhas, uma de conhecimento público (chave pública) e outra de conhecimento exclusivo do titular do certificado (chave privativa). O conceito do certificado digital se baseia na tecnologia de criptografia. Ou seja, a combinação das duas chaves, a pública e a privada. Quando uma mensagem é cifrada, ela é embaralhada e se torna incompreensível, de modo que seu conteúdo fica protegido de interpretação no trânsito da rede mundial de computadores.