O canal para quem respira cliente.

Inclusão social de deficientes auditivos

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin



A Deputada Estadual Vanessa Damo (PV-SP) apresentou na Assembléia Legislativa, na última segunda-feira (17/08), um projeto de lei que deve reforçar o número de pessoas qualificadas a se comunicar com deficientes auditivos por meio da Linguagem Brasileira de Sinais (Libras), no Estado de São Paulo. O PL prevê que todas as agências bancárias, estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços públicos ou privados com mais de 20 colaboradores e que mantenham contato direto com a população em geral deverão ter pelo menos um funcionário que seja capacitado e habilitado a atuar como intérprete da Libras.

 

No Estado de São Paulo, que já ultrapassou os 40 milhões de habitantes, existia em 2006 uma agência bancária para cada 6.812 moradores, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA). Esses dados demonstram que somente os bancos garantirão mais de 5.800 pessoas capazes de se comunicar com deficientes auditivos. “De acordo com o último censo, 2,42% da população têm algum tipo de deficiência auditiva. Esse número pode parecer pequeno, mas no Estado de São Paulo corresponde a aproximadamente um milhão de pessoas com necessidades especiais. Meu objetivo é garantir qualidade de vida a essas pessoas”, afirma a deputada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima