Mastercard muda marca de débito

0
6




 

O dinheiro continua sendo a forma preferida de pagamento pelas classes C e D no Brasil. Isso se explica, em parte, pelo fato de que apenas 46% da população desses segmentos é bancarizada. Essa é uma das conclusões do estudo encomendado pela Mastercard ao Instituto Ipsos com o objetivo de conhecer os hábitos e atitudes do público de baixa renda em relação ao uso dos meios eletrônicos de pagamento e consumo em geral.

 

De acordo com a pesquisa, realizada em sete municípios brasileiros, 27% dos entrevistados possuem somente cartão de débito, enquanto 25% detêm somente cartão de crédito. Já ao analisar apenas a relação dos bancarizados das classes C e D com produtos financeiros, a pesquisa concluiu que  80% possuem cartão de débito; 69%, conta corrente; 52%, poupança; e 49%, cartão de crédito. Além disso, eles destinam uma média de R$ 47 por mês para o uso do cartão de débito e de R$ 100 para o cartão de crédito.

 

“Ao analisar os resultados da pesquisa, notamos que, apesar de um percentual relevante das classes C e D ter acesso a algum tipo de produto financeiro, a maioria não o utiliza, e isso acontece, muitas vezes, por falta de conhecimento”, explica Maurício Alves, vice-presidente de produtos da Mastercard Brasil. “Entre as principais barreiras estão fatores culturais, como o costume de andar com dinheiro em papel moeda no bolso, falta de conhecimento de taxas e tarifas e o receio de perder o controle dos gastos”, enfatiza Alves.

 

Ciente dessa situação, a Mastercard está lançando uma série de iniciativas que têm como objetivo mudar o comportamento do consumidor em relação aos meios eletrônicos de pagamento, especialmente o cartão de débito, cuja utilização ainda é bastante baixa. “A Mastercard enxerga enorme potencial a ser explorado com o cartão de débito no País e está fazendo algumas mudanças estratégicas que estimularão o uso, especialmente para transações de menor valor”, comenta o vice-presidente.

 

Essas mudanças estratégicas da Mastercard em seu produto de débito no Brasil concentram-se em três áreas: marca, frequência de uso e ativação para transações de menor valor e expansão para novos segmentos. “Com essa iniciativa, além de detectarmos segmentos potenciais para o uso do cartão, contribuímos para o desenvolvimento local ao estimular a substituição do dinheiro em papel moeda pelos meios eletrônicos de pagamento”, reitera Alves.

 

Dentro dessas alterações, a marca Mastercard Maestro está migrando para MasterCard com a sinalização de débito abaixo da logomarca. Para gerar maior frequência e uso dos cartões de débito, a MasterCard lançou a promoção “Débito MasterCard Facilita a Sua Vida”, que contará com o sorteio de 12 Novos Fiat Uno. “O objetivo é incentivar o uso dos cartões de débito nas compras do dia-a-dia, como o cafezinho, o sanduíche ou o jornal”, destaca Beatriz Galloni, vice-presidente de marketing da MasterCard Brasil. Já para anunciar a promoção a MasterCard está trabalhando em plano de mídia, que inclui filme de TV, merchandising, além de spot de rádio e anúncios em jornais e revistas.