MD Papéis adota solução SAP

0
2


Reduzir custos e estoques, simplificar e integrar os processos empresariais, além de extrair informações gerenciais com segurança e aumentar a produtividade dos colaboradores foram os principais objetivos que guiaram a indústria de papel MD Papéis, empresa que pertence ao Grupo Formitex, a adotar um sistema de ERP (Enterprise Resource Planning). No total, foram investidos R$ 4 milhões para a reestruturação dos processos de Tecnológica da Informação (TI) do parque industrial a partir da implementação de todos os módulos do SAP R3, o que inclui administração, finanças, produção, logística, manutenção e os cubos standard do BW (Business Information Warehouse).

“O projeto, que teve início no segundo semestre de 2005, foi concluído em apenas seis meses, tempo recorde para uma implementação de software de gestão, principalmente se for levado em consideração que outros sete projetos ocorreram simultaneamente na indústria”, comenta Frederico Vilar, diretor da W3, empresa do Grupo Procwork, responsável pela implementação. Em paralelo, foram realizadas consultorias nas áreas de otimização da produção no chão de fábrica; recursos humanos; assim como projetos de automação por rádio freqüência para os almoxarifados de matéria prima e de produtos acabados; codificação de materiais dentro dos padrões internacionais para o inventário de cinco mil itens; e direcionamento do TPM (Total Productive Maintenance) para o planejamento total da manutenção.

Todos os projetos em curso visavam manter uma integração total ao SAP. Além disso, a MD Papéis também passou a contar com a solução fiscal PW. SATI e de comércio exterior, o PW.CE, desenvolvidos pelo Grupo Procwork, para apoiar os processos de negócios da indústria e de exportação, que envolvem mais de 40 países.

Passado o período de implementação, a MD Papéis já conta com os resultados providos do SAP e das soluções complementares. Na área de produção, core business da empresa, a melhoria no planejamento e a maior integração entre vendas e produção é uma realidade na indústria. O tempo para a aprovação de requisições de compra foi reduzido e, com o processo automatizado, as aprovações foram escentralizadas. Os contratos de fornecimento passaram a ser renegociados dentro das diretrizes da empresa, havendo rastreabilidade e consistência de todo o processo de compra e maior controle de aprovações. Já na área de vendas, a empresa passou a obter um maior detalhamento do processo, o que propicia melhor análise. Em contra-partida, a operacionalização da carteira de pedidos foi simplificada.

Erton Sesquim Sanchez, diretor superintendente da MD Papéis, comenta que a empresa sempre teve como premissa prezar pelo seu desenvolvimento sustentável, buscando aperfeiçoar o planejamento de gestão dos negócios constantemente. “A implementação da ferramenta de BI, por exemplo, representou a base para um sistema de gerenciamento e estratégia que permite o acesso à informação em tempo real, com confiabilidade e precisão, integrando ainda todas as áreas e facilitando a discussão entre os gestores, tudo isso visando o melhor direcionamento de suas ações”, complementa Sanchez.

E as melhorias não param por aí. Além dos benefícios já alcançados com a implementação do SAP, as expectativas da MD Papéis com a estabilização do sistema são, além da diminuição máxima das perdas com a produção, ganhar maior agilidade no processo de recebimento de mercadorias, reduzir o tempo do fechamento contábil para dois ou três dias úteis e restringir a customização de sistemas. “Já para o serviço de atendimento ao cliente, visamos otimizar o tempo e aprimorar o layout para consultas de relatórios de vendas e expedição terem maior agilidade”, finaliza Schiavo. O executivo ainda comenta que a segunda fase do projeto contemplará investimentos para a melhoria da qualidade do BW, além de integrar à plataforma SAP o componente BPS (Business Planning and Simulation) da ferramenta SEM (Strategic Enterprise Management) da solução de BI (Business Intelligence) do ERP alemão.

“Ao longo de sua história de 115 anos de existência no mercado, a MD Papéis acaba de realizar o seu maior avanço no que diz respeito à TI. A redução das necessidades de aquisição de softwares satélites para suprir processos específicos da indústria, além do maior controle sobre a tecnologia empregada em sistemas e a diminuição da manutenção por problemas de inconsistência de informações já fazem parte da nossa rotina diária”, ressalta Vanderlei José Schiavo, gerente de Tecnologia da Informação da MD Papéis.