Mundo é governado por informações

0
0



“Evoluir não é uma opção, mas uma necessidade.” Assim Rodolpho Cardenuto, presidente da SAP América Latina, resumiu sua apresentação durante a abertura do SAP Forum 2009, que acontece esta semana, em São Paulo. O início da 13ª edição do evento, realizado sob a temática “Evolução Para Um Mundo Em Transformação”, também contou com palestra do ex-presidente da Fiesp/Ciesp, Horácio Lafer Piva.

 

Membro do Conselho da Klabin e presidente da Associação Nacional de Papel e Celulose, Piva fez uma breve análise sobre o cenário econômico brasileiro. Em uma apresentação bastante bem-humorada e regada a boas piadas, o economista afirmou que os mercados maduros precisam de economias emergentes para crescer e que o Brasil é um deles mercados potenciais. “Há extraordinárias oportunidades, mas precisamos de políticas mais inteligentes, que acabem com o desperdício dessas chances”, disse o executivo.

 

Traçado este cenário, Piva comentou, ainda, sobre a importância da tecnologia no universo corporativo, que vive em meio à instabilidade e carece de reflexões. “Não há mais vida empresarial sem tecnologia”, disse ele. “O grande desafio dos executivos hoje é fazer com que o aparato tecnológico seja utilizado em favor do entendimento de todas as diferenças existentes nas economias do mundo”, garantiu Piva. Na opinião do economista, o mundo atual é governado por informações. “As organizações são bombardeadas por informações e precisam saber utilizá-las em favor de seus negócios”.

 

Piva disse, também, que estamos diante de quatro grandes tendências muito bem definidas e que, aqueles que souberem se preparar para enfrentá-las, terão sucesso. Tais tendências incluem a questão demográfica, em que a crescente população ativa permitirá atender à demanda físico-financeira; a ciência e a tecnologia, que já preveem inteligência não biológica; recursos naturais, que devem ser explorados de forma mais inteligente; globalização, que coloca fim às fronteiras econômicas e a governança corporativa. “São todos itens sobre os quais as organizações precisam aprender e tirar proveito”, afirmou.

 

Aos executivos presentes ao SAP Forum 2009, Piva deu o alerta: “A área de TI ainda é vista mais como um custo do que como investimento. Os senhores precisam ser mais proativos, entender melhor suas organizações e falar a linguagem de negócios. Perguntem, não tenham medo das respostas, negociem, criem padrões para isso e assim caminharão para frente. Só assim conseguirão agilidade, evolução tecnológica e evolução no mundo dos negócios”.