O canal para quem respira cliente.

Nem moedas, nem dinheiro

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

O Grupo VR amplia a utilização de seu cartão VR Refeição, que agora também pode ser utilizado em vending machines, máquinas automáticas de auto-serviço que oferecem bebidas, snacks e sanduíches, entre outros produtos. Para tanto, foram fechadas parcerias com empresas do setor, como Brasvending e Canteen, cujas máquinas possuem um leitor especialmente desenvolvido para aceitar o cartão VR Refeição como forma de pagamento.
O smart card VR Refeição já é realidade no pagamento de refeição convênio e substituiu, em ritmo acelerado, os vouchers de papel. Além de facilitar o trabalho operacional da área de Recursos Humanos das empresas, o VR Refeição oferece comodidade, agilidade e segurança aos usuários. Em relação às máquinas de auto-serviço, a grande vantagem do pagamento com o cartão VR Refeição para os trabalhadores é não precisar usar moedas ou dinheiro, utilizando o próprio benefício que recebem da empresa para o pagamento de alimentação. “A novidade está sendo muito bem aceita, principalmente em empresas onde o colaborador passa bastante tempo na estação de trabalho, como em centrais de telemarketing, hospitais e também em universidades”, diz Carlos César Coutinho, diretor do Grupo VR.
A Brasvending estima que até o fim do ano instale 200 máquinas com o Sistema VR, principalmente em clientes comerciais com grande concentração de usuários.
As primeiras máquinas em que o cartão VR Refeição pode ser utilizado estão instaladas em empresas, como Mapfre Seguros e a central de telemarketing Atento. “Primeiro tivemos um teste de adaptação e depois foram instaladas as máquinas simultaneamente em São Paulo, no Rio de Janeiro, em São José dos Campos e Campinas, beneficiando em torno de 8 mil funcionários na compra de lanches, salgadinhos, refrigerantes, iogurtes e cafés”, conta Joanita Alves Martins, gestora de benefícios da Atento. “A próxima unidade a receber as vending machines será a unidade da República, com cerca de 6 mil funcionários”. A Canteen tem previsão de estender este sistema de pagamento também para estabelecimentos comerciais, alcançando 360 máquinas até o fim do ano.
Segundo a Associação Brasileira de Vendas Automáticas (ABVA), o mercado brasileiro apresenta um bom potencial de crescimento para as vending machines: 10% ao ano. A entidade calcula que existam no País cerca de 45 mil máquinas de auto-serviço à disposição dos consumidores, em lugares públicos e nas empresas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima