No crédito ou débito?

0
12
Os brasileiros movimentaram R$ 223 bilhões com cartões de crédito e débito no primeiro trimestre do ano, o que representa alta de 17,7% em relação ao mesmo período de 2013, segundo levantamento da Abecs. O crescimento está associado à substituição dos meios de pagamento por parte dos consumidores, à expansão do e-commerce e à entrada de novos nichos de comércio e serviço no sistema de cartões. Assim, a representatividade dos cartões no consumo das famílias brasileiras chegou a 28,3%. Um aumento de 2,3 pontos percentuais em relação ao primeiro trimestre de ano anterior. Foram 2,4 bilhões de transações com cartões nos três primeiros meses do ano, 12,5% a mais do que a quantidade apresentada no mesmo período do ano passado.
Os dados também apontam que o brasileiro tem usado mais o cartão de débito do que o de crédito para pagar suas compras. No primeiro trimestre, essa modalidade foi responsável por 1,26 bilhão de transações, aumento de 16,3% – quase o dobro do crescimento do cartão de crédito. O uso de cartão de débito ainda se caracteriza por ter maior participação em compras de menor valor, substituindo o uso de dinheiro de papel nas transações do dia a dia. No primeiro trimestre, o brasileiro gastou, em média, R$ 63,6 em cada transação com cartão de débito, praticamente metade do tíquete médio do cartão de crédito. 
Já quando foi avaliada apenas a modalidade de cartão de crédito, o valor transacionado foi de R$ 142,4 bilhões, o que representa um crescimento de 15,2% em relação ao primeiro trimestre de 2013. Esse instrumento foi responsável por 1,13 bilhão de transações no período, aumento de 8,7%, e apresentou tíquete médio de R$ 125,2. Os gastos de brasileiros no exterior feitos com cartão de crédito também contribuíram para o crescimento do setor, movimentando R$ 6,59 bilhões, um aumento de 2,5%. Já o valor gasto por estrangeiros no Brasil, nesses três meses, foi de R$ 3,14 bilhões, aumento de 5,3%.
Em outra pesquisa da Abecs, realizada pelo Instituto Datafolha, indica que 85% dos usuários de cartão de crédito pagaram o valor integral da sua última fatura e 88% pretendem fazer o mesmo no próximo vencimento. Apenas 4% pagaram o valor mínimo, enquanto 8% optaram por fazer o parcelamento da fatura. Além disso, 85% dos usuários apontaram que o valor da sua última fatura estava de acordo ou abaixo do seu orçamento mensal. 
Entre as pessoas entrevistadas, 94% usaram seu cartão de crédito no mês anterior, sendo que 48% usaram pelo menos um dia por semana e os homens costumam usar o cartão com mais frequência , 52% usaram pelo menos um dia por semana , do que as mulheres. O mesmo ocorre com consumidores de 18 a 25 anos (50%), bem como os de classe A (71%) – seguidos pelos de classe B (53%), C (41%) e D (21%). 
A pesquisa foi realizada com mais de mil portadores de cartão de crédito, entre homens e mulheres, com 18 anos ou mais, pertencentes a todas as classes sociais, em 84 cidades de todo o país.