O banco vai até o cliente

0
17


A rede de correspondentes bancários do Santander Banespa, entidade do Grupo Santander, contará com cerca de 200 novos pontos que serão instalados em lojas, supermercados e farmácias das regiões Sul e Sudeste até o final julho. Com isso, a rede totalizará por volta de 250 pontos, dos quais 20% na capital e Grande São Paulo, 50% no interior paulista e o restante em outros Estados. A expectativa para o fim do ano é de mais de 1.500 PagPerto em funcionamento no Brasil.

Levar o serviço bancário para uma população com pouco ou nenhum relacionamento financeiro é o principal objetivo dessa iniciativa, segundo Luís Ricardo Torniero, superintendente-adjunto de Correspondentes Bancários. “Queremos levar o PagPerto também para as pequenas cidades. Além de facilitar o acesso à rede bancária, é uma forma de reforçar a presença do Santander Banespa no interior”, disse. Na Rede PagPerto, pode-se pagar boletos não vencidos e contas de luz, água, telefone e gás. Em breve, será possível fazer o pagamento de tributos, boletos vencidos e recarregar celulares pré-pagos.

Os funcionários dos estabelecimentos conveniados serão treinados por uma equipe criada pelo Banco para operarem os PagPerto, uma ação que objetiva garantir o bom atendimento ao público. “Queremos ser referência à comunidade com esse serviço”, acrescenta Luís Ricardo.


Os PagPerto foram criados para atender às necessidades específicas de cada localidade. Por isso, o Santander Banespa realizou um estudo em cada região em que serão instalados mais pontos, para futuramente, personalizar os serviços oferecidos. Seguros, financiamentos e títulos de capitalização estão entre eles.