Oi considera análise da Anatel defasada

0
3



Em nota oficial, a Oi afirmou no fim da tarde desta quarta-feira, 18, estar “comprometida com o desenvolvimento do setor de telecomunicações e com o crescimento do Brasil”. Uma decisão da Anatel proibiu a operadora, junto com a Tim e a Claro, de habilitar chips a partir da próxima segunda-feira, 23, nos Estados do Amazonas, Amapá, Mato Grosso do Sul, Roraima e Rio Grande do Sul.

 

Para a empresa, que informou que manterá o diálogo de forma contributiva com a Agência, “a análise está defasada em relação à evolução recente percebida na prestação dos serviços e os dados não consideram o esforço e a concentração de investimentos realizados nos últimos 12 meses”. Investimentos esses, que, segundo a companhia, estão na marca dos R$ 6 bilhões para todo o País ao logo de 2012. A nota diz ainda que esse montante é superior em mais de R$ 1 bilhão ao valor investido em 2011, de R$ 4.959 bilhões, e quase o dobro dos investimentos realizados em 2010, de R$ 3,09 bilhões. O período de 2012 a 2015 prevê investimentos totais de R$ 24 bilhões.

 

No Rio Grande do Sul, a empresa informou ter destinado verba de R$ 290 milhões, alta de 32% em relação ao total investido em 2011. Já no Mato Grosso do Sul, a empresa frisa que o acréscimo dos investimentos previstos para 2012 em relação a 2011 é de 20%. Outro questionamento da Oi é quanto às dificuldades para implantação da rede na região Norte, onde há “rompimentos de cabos por obras, quedas de energia e altos índices de vandalismo e furto de cabos e baterias”, segundo a nota.