Os sabores do luxo

0
2



Para os consumidores sofisticados, produtos luxuosos em si ficam em segundo lugar, quando comparados a uma experiência positiva de consumo associada a ele. É o caso do Eça, restaurante da joalheria H.Stern, comandado pelo chef belga Frédéric De Maeyer. Com uma cozinha contemporânea, que tem como base a culinária francesa, ele investe na escolha de pratos preparados com ingredientes especiais.


Para não cair na mesmice, a cada nova estação do ano, as receitas são diferentes. Para Hallot, embaixador da H.Stern, que responde pelo restaurante Eça, o que faz do restaurante uma exceção é o fator surpresa, um diferencial para um mercado de consumidores exigentes, como é o de luxo, que buscam ser surpreendidos positivamente. “A inovação nos produtos e serviços é, portanto, a melhor forma de atendermos o nosso público”, afirma.


Com trabalhos artesanais, a idéia do Eça é deixar um pouco de lado as generalizações e colocar o foco no individual. “Na nossa filosofia, temos que olhar para os clientes como indivíduos únicos e criar serviços customizados. Estes serviços à la carte dão ao consumidor a sensação de poderem controlar os benefícios”, explica o embaixador.


Para conquistar esse mercado cada vez mais competitivo, o restaurante trabalha com treinamento e capacitação dos profissionais, por meio de cursos, viagens, leituras e troca de experiência, além de realizar pesquisas, em busca de novidades que satisfaçam esta demanda de alta qualidade. “Constantemente trabalhamos para que nossa equipe desenvolva o senso de estética e a sensibilidade individual de cada integrante. Aqui fazemos amizade e, por último, fazemos negócio. O resultado final é um ambiente positivo, baseado nos valores e experiências” define Hallot.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorA diferença entre prospect e cliente
Próximo artigoVotação acirrada