Práticas sociais do setor corporativo

0
1



A ADVB revela mais uma vez as transformações na visão das empresas com o lançamento da VIII edição da Pesquisa Nacional sobre Responsabilidade Social. Os resultados refletem a real importância que as empresas dão hoje à questão da responsabilidade social, entendendo-a como estratégia e, ainda mais, criando um relacionamento com os públicos que interage garantindo, assim, um reflexo efetivo na imagem institucional das organizações.


A pesquisa abrangeu todas as regiões do País, e teve como fonte o cadastro da ADVB (Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil), do IRES (Instituto ADVB de Responsabilidade Social), e de outras entidades empresariais. Foram cerca de 8.1910 empresas alvo, entre elas 33% são empresas de grande porte, 56% de médio porte e 11% de pequeno porte. Os temas da Pesquisa foram desenvolvidos a partir de conceitos básicos presentes na Agenda 21, Código de Ética, Governança Corporativa, Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), ISSO 14000 e 26000 entre outros.


As ações de responsabilidade social são uma realidade no mundo corporativo. De acordo com a pesquisa as ações integram a visão estratégica de 91% das empresas que responderam a análise. Em 87% delas a Governança Corporativa também está posicionada estrategicamente. Constatou-se também que 80% das companhias participam e se envolvem em programas sociais. No entanto 51% delas não tem um Programa Interno de Voluntariado com seu corpo funcional. E 27% não atendem a legislação quanto à contratação de portadores de necessidades especiais.


Parte das companhias pretendem mudar esse quadro, 56% têm planos de aumentar os recursos nos projetos sociais externos que vem desenvolvendo. O objetivo é aumentar em 20% os recursos para 2008 em relação ao já investido em 2007.


Com relação à nova norma internacional sobre Certificação em Responsabilidade Social (ISSO 26000), 77% das empresas afirmam interesse em implantá-la. A pesquisa revela também que 85% das empresas não conhecem a opinião de seus clientes, consumidores e prospects quanto ao entendimento diferencial na escolha de uma empresa socialmente responsável.