Preços na Internet registram inflação

0
12


A rapidez das movimentações do varejo eletrônico impulsiona a mudança no comportamento dos consumidores e motiva a necessidade de atualizações constantes no indicador desenvolvido pelo Provar (Programa de Administração do Varejo) da Fundação Instituto de Administração, em parceria com a Canal de Varejo – Consultoria: Mercado de Bens e Serviços. Por este motivo, a partir de janeiro de 2007, o peso das categorias pesquisadas foi atualizado de acordo com os resultados mensurados na nova pesquisa Provar/e-bit de Expectativa de Consumo na internet para o quarto trimestre de 2006, inaugurando uma nova fase para o índice e-Flation.

Com a atualização da metodologia e análise dos dados, registrou-se em janeiro e-Flation de 9,22%. As categorias que mais impulsionaram este resultado foram “Informática” e “Telefonia”, que registraram inflação de 21,36% e 21,07%, respectivamente. Em terceiro lugar vem “Viagem e Turismo”, com 9,46%, seguido por “Perfumaria”, com 5,37%, “Linha Branca”, com 3,58% e “Produtos para Casa”, com 2,38%. Por outro lado, observou-se deflação de 18,71% na categoria “CDs e DVDs”, seguido pela cesta “Brinquedos”, com 15,78%, “Livros, com 11,84% e “Eletroeletrônicos com deflação de 1,70%. Já a cesta composta apenas por “Automóveis” apresentou deflação de 0,44% para o período.

Segundo o professor Claudio Felisoni, coordenador geral do Provar/FIA, as principais alterações estão relacionadas aos itens que compõem as cestas pesquisadas. “Percebemos que o comportamento do consumidor do varejo eletrônico sofreu mudanças importantes, que acompanham a evolução do mercado e também da tecnologia”, explica o professor. “Em 2007, realinhamos os parâmetros da pesquisa para adequar o índice a esta nova realidade, garantindo resultados mais fiéis ao comportamento tanto do consumidor, quanto do mercado”, acrescenta.