Preços no varejo fecham 2008 com alta

0
0



Os preços praticados no varejo pelos comerciantes paulistanos encerraram 2008 com alta de 4,75%, número maior do que o registrado no ano anterior quando alcançou 4,22%, segundo apurou o Índice de Preços no Varejo (IPV) da Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio). Em relação a novembro a variação foi negativa (0,04%).

 

O desempenho dos segmentos de supermercados (6,78%); vestuário, tecidos e calçados (3,96%); material de construção (21,7%); padarias (11,96%); e açougues (16,46%) contribuíram para a alta. Outras atividades que acusaram alta foram feiras (4,62%); floricultura (9,85%); jornais e revistas (1,75%); óticas (4,69%); material de escritório e outros (3,72%); drogarias e perfumarias (5,74%); brinquedos (1,87%); relojoarias (10,63%); livrarias (2,23%); autopeças e acessórios (5,06%); eletrodomésticos (0,23%); e combustíveis e lubrificantes (1,20%). Enquanto veículos (-0,22%), eletrônicos e outros (-10,61%) e CDs (-0,10%), colaboraram para que o índice se mantivesse em patamares menores.