Presença além da compra

0
1
Por mais que muito já tenha sido dito sobre como seria a maneira ideal de se construir um relacionamento sadio com o cliente, ainda há empresas que cometem alguns enganos. Um deles é achar que o contato com o consumidor termina quando esse realiza a compra. O que não é verdade. Hoje, muito mais do que procurar pela conversão da venda, as marcas precisam construir um relacionamento antes, durante e pós a compra. Inclusive, mesmo se a pessoa não comprar nada, é importante o negócio manter-se próximo, pois nunca se sabe quando ela decidirá adquirir algo e seus produtos e serviços devem estar na primeira opção.
Atualmente, esse tipo de aproximação ficou mais fácil com o surgimento e evolução das redes sociais. Segundo a especialista em marketing e autora do livro “Facebook Marketing”, Camila Porto, um dos principais motivos para as empresas pensarem em investir em uma comunicação de qualidade nas plataformas digitais é porque esses espaços concentram uma grande audiência. Ao mesmo tempo, uma boa comunicação também deve existir, justamente, por conta da concorrência. De acordo com ela, um trabalho consistente pode ser o diferencial. “Acredito que as marcas precisam, mais do que nunca, estar presentes na vida das pessoas de forma constante e não apenas quando ela tiver interesse em comprar.”
O objetivo que a marca deve ter em mente é entregar um valor real ao consumidor por meio da comunicação. Principalmente, nos dias atuais, as empresas são escolhidas muito mais pelas experiências que proporcionam do que aquilo que oferecem no mercado. “É possível ter essa presença na rotina da sua audiência independentemente do tamanho da empresa ou marca, mas para isso é preciso dedicação”, aconselha Camila.  Por exemplo, quando um consumidor compra algum eletrodoméstico, mais do que o produto cumpra sua função, ele também espera que a empresa esteja disponível para ele caso tenha alguma dúvida ou problema. E esse tempo de espera pelo retorno do negócio também se encontra cada vez menor. Mais um ponto a favor de se estar nas redes sociais.
Ademais, para impactar o cliente, antes de tudo, é preciso conhecê-lo muito bem e usar as próprias redes como aliadas. Por meio delas, é possível descobrir detalhes importantes dos consumidores, como preferências, a qual perfil ele se encaixa mais. “Fazer pesquisas, conversar com quem já é consumidor da marca é uma ótima forma de construir esse perfil”, adiciona a especialista. Ela também aconselha uma estratégia efetiva para quem procura por engajamento, que é o inbound marketing. Técnica que faz uso de blogs, podcasts, vídeos, ebooks, newsletters e outras ferramentas para manter o contato com cliente. “A forma de utilizar esse marketing vai depender do momento em que a empresa está. Se ela é nova no mercado, se já tem autoridade, e também da maturidade do seu público.”