PrimeSys renova acordo com Track & Field

0
1

“A transferência dos sistemas core da Track & Field para o nosso Data Center, reflete o trabalho sério e competente que buscamos oferecer aos nossos clientes”, comemora Paulo Pessoa, Diretor de Marketing e Novos Negócios da PrimeSys, logo após de confirmar a renovação e ampliação do contrato com a rede de lojas Track & Field. Pelo novo acordo, além da continuidade do gerenciamento da rede corporativa da cadeia de lojas, a PrimeSys passa a fornecer solução para hosting de aplicativos, além de tornar-se o novo provedor de conectividade e acesso internet.

A solução contempla o hosting dos aplicativos administrativos, financeiros e de gestão de lojas, além do sistema Prime TEF, do servidor de e-mail e do portal da Track & Field. Pela solução anterior, os aplicativos ficavam na sede da Track & Field e a PrimeSys fazia a conexão entre as lojas, a matriz e a fábrica, tanto para voz como para dados.

Além das vantagens inerentes à solução de hosting, como a gestão, manutenção e monitoramento que passam a ser feitos pela PrimeSys, a nova configuração permitiu uma utilização mais eficiente da rede. Ricardo Rosset, Diretor da Track & Field comenta: “mesmo que a matriz tenha algum problema como, por exemplo, falta de energia, as lojas não param, pois os sistemas estão independentes e seguros no Data Center da PrimeSys”. Da mesma forma, os sistemas de conectividade internet e e-mail passam a ser gerenciados também pela PrimeSys, independente da matriz.

Para atingir o Data Center – para dados e internet; e a Matriz – para comunicação de voz, a rede foi reconfigurada em dois encaminhamentos, tornando-se mais eficiente e disponível. Graças a essa nova configuração foi possível a implantação de sistema de monitoramento de lojas através da instalação de câmeras e transmissão de imagens real time para a matriz.

“Com esta nova solução ganhamos não apenas as vantagens de hospedar os nossos aplicativos em um ambiente seguro e adequado, com gerenciamento full time, mas também nos beneficiamos por uma utilização muito mais eficiente da nossa rede, o que reflete diretamente na produtividade da nossa operação”, conclui Rosset.