Procon-SP denuncia 29 sites ao DPPC

0
19



A Fundação Procon-SP denunciou 29 sites ao Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania, DPPC. Todos os portais receberam reclamações dos consumidores por irregularidades na prática do comércio virtual. A medida objetiva que os fornecedores respondam criminalmente pela não entrega dos produtos adquiridos pelos clientes.



Boa parte dos sites não foram encontrados em seus endereços oficiais. As notificações encaminhadas a estas empresas têm retornado com informações dos Correios, como “mudou-se” ou “endereço inexistente”. O diretor executivo do Procon-SP, Carlos Coscarelli, informa que os sites são procurados para solucionar o caso e não são encontradas. “Tentamos contato, inclusie por correspondência e não obtivemos retorno. Alguns ainda estão no ar oferecendo produtos e podem continuar lesando consumidores”, afirma.