Produtos de marca própria ganham mercado

0
0
Levantamento realizado pelo instituto de pesquisas Nielsen, apresentado hoje (25/04), mostra que das 500 empresas supermercadistas consultadas em todo o país, para o 30º Ranking Abras, 155 possuem algum produto de marca própria, ou seja, quase um terço oferece aos clientes mercadorias com o nome da própria empresa ou com uma marca exclusiva. O faturamento desses 155 varejistas corresponde a 35,89% do total apurado pelo setor no ano passado.
Outro dado da pesquisa comprova que o consumidor brasileiro, em 2006, incluiu a opção de marcas próprias em sua cesta de compras. Na pesquisa, pela primeira vez nos últimos sete anos, as vendas dessas mercadorias ultrapassaram a barreira dos cinco pontos porcentuais de participação no faturamento das empresas supermercadistas que comercializam itens de marca própria. De acordo com a Nielsen, o total das vendas desses itens representou 5,5%, em média, do faturamento total das companhias que declararam comercializar esse tipo de produto.
“O aumento das vendas de produtos de marca própria demonstra a evolução constante da inovação e dos processos de qualidade da indústria fornecedora dos supermercados e o aumento, já revelado em pesquisas realizadas nos últimos anos, da confiança do consumidor nas mercadorias que trazem o nome do estabelecimento ou são uma marca exclusiva do varejo onde eles fazem suas compras”, afirma Neide Montesano, coordenadora pela indústria do Comitê Abras de Marcas Próprias (Compro).