QR code para feedback dos clientes

0
1
Preocupada em entregar casas limpas e arrumadas para seus clientes, a Limpeza com Zelo agora também deseja saber como o seu serviço é avaliado pelo público. Quando o cliente chegar a sua casa, basta que ele procure em algum lugar combinado previamente um adesivo com um QR Code e será gerado, automaticamente, um questionário, na qual o feedback poderá ser feito. “Acreditamos que, desta forma, todo mundo ganha. O cliente, por ter a oportunidade de comentar, elogiar ou criticar um serviço que lhe foi prestado, detalhando o que o motivou a esta avaliação. Sabemos que, para ele, é difícil encontrar um canal para emitir sua opinião, inclusive reclamar, de forma tão imediata, disponível e fácil. Para nós, é fundamental contar com o feedback do cliente”, conta Renato Ticoulat Neto, diretor da empresa.
Neto explica que a tecnologia de QR code permite com que haja uma praticidade e a oportunidade de o cliente opinar. “Estamos fechando o primeiro mês de disponibilização do código aos clientes e os números impressionam. Até agora, 100% dos clientes a quem oferecemos o serviço responderam à avaliação”. Na pesquisa, o cliente tem a possibilidade de classificar os serviços da empresa em três categorias: “Fiquei surpreso com a qualidade”, “Gostaria de avaliar melhor” e “Voltarei a utilizar”. Depois disso, pode avaliar com notas entre 1 e 5 a limpeza feita em cada cômodo de sua casa, além de fazer sugestões para uma próxima visita e para a companhia, de uma forma geral.
“Achei uma ótima ideia de canal de comunicação com o prestador de serviço, pois permite que o cliente interaja prontamente, dando um retorno imediato”, afirma Clara Barreiros, consultora e cliente da Limpeza com Zelo. “Oferecer a avaliação é uma prova de que eles não têm medo das respostas”, diz. A cliente afirma, ainda, que provavelmente não daria um feedback se tivesse que fazer uma ligação, mandar um e-mail ou entrar em um site. “Foi a facilidade que me conquistou. Se o processo fosse mais complicado, ia deixar para depois e acabaria não fazendo, por mais que tivesse alguma coisa importante para falar.”

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorA força dos multicanais
Próximo artigoCoaching coativo