O canal para quem respira cliente.

Qualidade empresarial

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

Após vencer a edição estadual do prêmio Qualidade Empresarial, em dezembro do ano passado, Mary Anne Mendes de Sá, dona da empresa paraense Pão de Queijo Mineirinho, se prepara para receber uma premiação nacional. A entrega será no dia 23 de março, em Brasília, e faz parte das ações do projeto Rede Brasil +, realizado pelo Movimento Brasil Competitivo e Sebrae. O presidente Luis Inácio Lula da Silva foi convidado para a cerimônia e poderá fazer a entrega do prêmio.
As homenagens à empresária coroam um trabalho que começou ainda quando criança, na cidade de Muriaé, em Minas Gerais. Era dela a responsabilidade de colocar a azeitona nos salgadinhos que a mãe fazia, dona Maria José, conhecida como Zezé. Trabalho que mais parecia uma brincadeira, mas que deu início à paixão da menina pela culinária.
A paixão de infância foi ganhando cada vez mais espaço na vida de Mary Anne com o passar dos anos. Mesmo depois de casada e tendo saído de Minas Gerais para morar em Paragominas, no Pará, ela não deixou de cultivar esse sentimento. Professora de uma fundação no município, quando tinha um tempo, lá estava ela na cozinha. “Toda festa de amigos ou parentes eu estava lá, na cozinha preparando as comidas”, diz a empresária.
Quando foi morar em Belém, em 1992, depois de passar alguns anos em Belo Horizonte, ela teve a idéia de fazer pão de queijo para vender. “Eu percebi, nas minhas idas aos supermercados, que só tinha uma fábrica de pão de queijo em Belém, foi então que resolvi abrir um negócio na área, em 1993”, lembra a empresária. O começo foi ousado. Com apenas a coragem e a certeza de ter um bom produto, a então aprendiz de empresária bateu à porta de uma das maiores redes de supermercados de Belém para oferecer os seus pães. “De um lado uma travessa de pão assado, do outro o produto congelado – pronto para o preparo. Foi assim que eu saí de casa. Quando cheguei em um supermercado, fui mais ousada ainda quando disse que só falaria com o dono, e fui recebida”.
Mary Anne só não contava com a proposta. “Um dos donos da rede de supermercados me disse que eu deveria voltar em um mês, mas com a empresa constituída, só assim compraria o meu pão. E eu voltei, não só com a empresa legalizada, mas com embalagem apropriada”.
De lá para cá a empresária percorreu muitos caminhos. Aos poucos foi ganhando mercado, vendendo para supermercados, lanchonetes, e o negócio crescendo. À medida que aumentavam as encomendas, era necessário mudar a fábrica para um lugar maior. A produção começou em seu apartamento, depois passou para o salão de festas do prédio, uma casa, um galpão, outra casa, até que hoje, em sede própria, funciona em uma área de 800 metros quadrados, no bairro de São Brás. A produção também foi se aperfeiçoando às novas exigências. “Um dos momentos que mais festejei foi quando comprei a máquina que faz duas mil bolinhas em dez minutos, o que antes era feito em duas horas”, diz Mary Anne.
Mas nem tudo foi tão fácil. Um dos principais obstáculos enfrentados pela empresária foi com a compra de matéria-prima. “O polvilho que eu uso vem do Rio Grande do Sul, por causa da carência no Estado. Quando eu comecei a produção, só vinha um carregamento de 15 em 15 dias, o frete era caro e os custos altos. Hoje isso melhorou”. Outro problema era com o queijo utilizado; “Eu comprava queijo de vários produtores e os pães acabavam tendo sabores diferenciados. Hoje tenho apenas um fornecedor”.
A Pão de Queijo Mineirinho está há 12 anos no mercado, produz cerca de 15 toneladas de pão ao mês, tem cerca de 150 clientes, no Pará e no Amapá, e emprega 10 pessoas, além de terceirizados (engenheiro de alimentos, nutricionista e profissional da área de informática). Grande parte dos funcionários está com Mary Anne desde o início do negócio. “Eu procurei criar uma cultura familiar, baseada na confiança, por isso não gosto de ficar mudando de funcionário.Outra coisa que eu procuro fazer é valorizar quem trabalha comigo”.
Entre os planos de Mary Anne estão o aperfeiçoamento da gestão da empresa, a entrada nos mercados do Amazonas e Maranhão e o lançamento do Pão de Queijo Mineirinho Light, que já tem receita e cujo valor nutricional foi feito pela Universidade Federal do Pará (UFPA). “Só falta criar a embalagem do novo produto, que deve ser lançado ainda este ano” adiantou a empresária.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima