Quando a comunicação interna se torna uma ameaça

0
2

Os especialistas em comunicação têm trazido à tona para discussão alguns assuntos muito importantes. Um deles, sem dúvida, é a comunicação interna. Mas o que fazer quando a teoria ensinada em sala de aula não funciona na prática
Ter uma boa base teórica, domínio e conhecimento sobre vários assuntos são encarados hoje como uma situação de sobrevivência. Desde a entrevista para se conseguir um emprego até a sua própria permanência no mercado, o conhecimento sempre será cobrado. Mas a situação começa a ficar complicada mesmo quando temos que começar a praticar tudo aquilo que os grandes livros nos ensinaram. Nenhum outro momento cobrou tanto o entendimento da importância da comunicação interna como agora. Entender o seu papel dentro de uma organização é, acima de tudo, fundamental para quem quer se manter no emprego. Será que existe alguma fórmula que nos ensine a transformar a teoria em prática? Acho que não.
Mas já que esquecemos a teoria, ou melhor, sabemos tudo sobre ela e não estamos sabendo como aplicá-la, aqui temos uma história que muitos enfrentam todos os dias no seu dia-a-dia:
– Imagine que você trabalha no Departamento de Comunicação de uma empresa e uma de suas funções é garantir um bom entrosamento entre as diferentes áreas desta organização. Até aqui tudo bem. Todos os seus companheiros do setor compartilham das mesmas idéias que você, mas, e os outros departamentos? É aqui, ali, em todos os lugares que mora o perigo.
Nesse momento, em que não se tem o apoio e o compartilhamento de idéias das outras áreas, sua função dentro da organização torna-se mais forte. Afinal, você é comunicador e profissional da comunicação. Está com o Departamento de Comunicação garantir que essas áreas, departamentos, setores, seja como for as diferentes nomenclaturas, possam entender a importância de uma boa comunicação.
Talvez o que impeça que os diferentes departamentos de uma empresa se dêem bem seja o medo de ferir o orgulho inerente de qualquer ser humano. Não dá para ser profissional sempre, há de se ter bom senso, sempre que possível. Guardar segredos, não revelar o seu projeto novo, medo de que o outro roube sua idéia, ou ainda, que o seu colega de trabalho saiba mais que você, esses são fatos que não ajudam uma boa comunicação interna. É uma tarefa difícil se livrar de pré-conceitos. Só que não está mais na hora de brincar. Deixe que o profissionalismo fale mais alto. Passe a entender que o desempenho do seu setor depende do apoio de seus colegas. A organização depende de todos os seus funcionários para poder progredir. Basta imaginar que uma boa comunicação entre todos as áreas é fundamental para o seu desempenho e sua qualidade de vida dentro da organização.
Portanto, seja você do departamento de comunicação ou o seu amigo da Informática, do RH, do pós-venda, do jurídico, da controladoria, não importa a que setor pertença vamos ajudar a Dona Comunicação Interna ser feliz dentro de sua empresa.
Marcio Gonçalves, Jornalista e Analista de Comunicação da Brasilveiculos Companhia de Seguros.