Quanto mais tecnologia, melhor

0
1
Se no ano passado o cenário foi fértil para o surgimento de startups, este tem tudo para continuar com o ambiente favorável, mas já deixando claro que é preciso estar preparado e não deixar de investir. E, segundo Marcelo França, CEO da Celcoin, esse investimento será mais centrado em tecnologias voltadas para a gestão e atendimento de clientes. Algumas ferramentas novas, como os chatbots, devem ganhar cada vez mais espaço. “Assim como mais ferramentas de CRM cruzando dados de cluster de clientes, fornecendo insights para um atendimento mais pessoal e assertivo”, comenta.
No entanto, ao mesmo tempo em que é necessário se voltar cada vez mais para o aumento das tecnologias para o atendimento, será preciso se atentar também para a criação e estabelecimento de um contato ainda mais humanizado. Um patamar possível de ser alcançado com maior uso de tecnologias, por incrível que pareça. Até porque, tais ferramentas permitem aumentar o conhecimento sobre o público atendido, bem como gerenciar as escalabilidades das operações, focando na satisfação do cliente.
De acordo com França esse será, inclusive, um grande foco da sua empresa em 2017, uma vez que “o consumidor será ainda mais criterioso em suas escolhas e vai buscar mais qualidade e preço” neste ano. “Nosso desafio é ganhar ainda mais escala e manter o nível de atendimento e satisfação que proporcionamos hoje, e que vem sendo bastante reconhecido pelos nossos usuários”, adiciona. Obstáculos que, para ele, tendem a favorecer ainda mais o setor das startups, pois elas já nascem dedicadas na resolução de problemas específicos das pessoas. Ou seja, o futuro promete muitas coisas ainda para este segmento.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorQuem consome cultura pop?
Próximo artigoVendas a prazo no Natal caem