Queda na emissão de cheques fraudados

0
1


A Telecheque, empresa especializada na concessão de crédito no varejo, divulga boas notícias para os lojistas e consumidores. Estudo da empresa mostra que o índice de cheques fraudados no Brasil caiu 31,58% em setembro deste ano (0,13%) em comparação com mesmo período do ano passado (0,19%). O mesmo ocorreu em relação a agosto (0,18%), com queda de 27,78%.

Segundo José Antônio Praxedes Neto, vice-presidente da Telecheque, “é importante que o lojista faça uma boa identificação do emitente, pois, na grande maioria dos casos, uma fraude de cheque é acompanhada de uma documentação adulterada. Esta queda vem demonstrar que o varejo tem sido mais prudente neste quesito”.

Ainda conforme o estudo, o índice de cheques sustados, aqueles com pagamento suspenso por desacordo comercial, apresentou baixa de 12,82% tanto em relação ao mês anterior quanto em comparação com setembro de 2005. De acordo com o levantamento, setembro deste ano registrou indicador de sustados de 0,34%, enquanto em agosto e setembro do ano passado o índice foi de 0,39%.

O prejuízo financeiro dos lojistas com cheques roubados também foi menor em setembro. O índice de transações com cheques roubados caiu 33,33% no País, revela o estudo. Em setembro deste ano, essas transações representaram 0,10% do volume total em reais movimentado com cheques, enquanto em setembro de 2005, 0,15%. O estudo constatou baixa do índice de roubados também na comparação mensal. Em relação a agosto, a queda foi de 9,09%.

Praxedes ressalta que “a queda no índice de cheques fraudados, sustados e roubados é muito positiva para todo o varejo, no entanto, os lojistas devem se manter atentos, pois os golpes costumam acontecer de forma bastante ofensiva na época das festas de final de ano que estão bem próximas”.