Ranking das maiores redes varejistas

0
0
Em 2014, o total de faturamento bruto das 250 maiores redes de varejo do Brasil passou de R$ 454 bilhões, segundo ranking SBVC 2015. Realizado pela SBVC, Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo, com o apoio técnico da KPMG, Varese Retail e BTR Educação e Consultoria. A soma do faturamento das “top 250” representa 36,76% do total do varejo nacional de bens e consumo (exceto automóveis e combustíveis), que é de R$ 1,23 trilhão, de acordo com o IBGE.  Ainda de acordo com estudo, 94 das redes de varejo listadas tiveram faturamento acima de R$ 1 bilhão em 2014.
Os dados mostram também que as cinco maiores empresas representam 31,36% do total das 250 listadas no ranking e 11,54% do varejo de bens de consumo descritos pelo IBGE. A primeira colocada na lista é o Carrefour, com faturamento de R$ 37,92 bilhões. Já entre as dez primeiras colocadas estão três empresas do Grupo Pão de Açúcar (CNova, Via Varejo e Multivarejo) com faturamento de R$ 72,87 bilhões, o que caracteriza o GPA como o maior grupo de varejo do Brasil. 
“Pela primeira vez, é reunida e analisada esta quantidade de empresas de varejo com uma série de indicadores e informações. Além disso, é a primeira vez que as empresas com atuação em franquias e atacado têm o seu faturamento da rede de lojas listado no ranking”, explica Eduardo Terra, presidente da SBVC e idealizador do levantamento. “Além da radiografia completa do setor, as análises apontam conclusões importantes, como o fato do maior grupo varejista do Brasil (Grupo Pão de Açúcar) empregar sozinho mais brasileiros que toda a indústria automobilística”.
“O ranking da SBVC traz uma leitura mais efetiva do real peso que as empresas têm no varejo brasileiro. Ao considerar o faturamento das redes de franquias e os operadores de comércio eletrônico, revela a evolução na escala das empresas de varejo no Brasil, que já tem 94 negócios com vendas acima de R$ 1 bilhão em 2014. De outro lado, há espaço para amadurecimento no varejo brasileiro, visto que 82% das 250 maiores empresas são de capital fechado, somente 10% de controle estrangeiro e que as 10 maiores empresas de varejo do Brasil só detém 15% do mercado total”, afirma Alberto Serrentino, fundador da Varese Retail e conselheiro da SBVC.
FRANQUIAS
Na edição desse ano, foi a primeira vez que foi levantado o faturamento da rede franqueada (soma das lojas) e não o faturamento do franqueador. Assim, a maior rede de varejo do Brasil em número de lojas é o Boticário com 3.912 unidades, seguida da Subway com 1.817. Também foi concluído que as sete maiores empresas de varejo brasileiro por número de lojas são redes de franquia, uma vez que das 250 empresas de varejo apresentadas no ranking, 35 são redes de franquia. E das 13 redes de varejo que operaram com mais de mil lojas, oito são franquias. 
EMPREGO
O ranking também mostrou que a maior rede de varejo por número de funcionários é a Multivarejo do Grupo Pão de Açúcar, com 101 mil colaboradores em seu quadro. Além disso, as mais de 48 mil lojas que compõem as 250 maiores redes empregaram mais de 1,5 milhão de pessoas em 2014. Sendo que as dez maiores empresas juntas têm 515 mil pessoas empregadas. Da mesma forma, as três redes com maior faturamento por funcionário, ou seja, com a melhor produtividade, foram empresas de e-commerce. Que são: Privalia, CNova e Wine. 
AS DEZ MAIORES EMPRESAS DO RANKING:
1 – Carrefour
2 – Multivarejo
3 – Walmart
4 – Via Varejo
5 – Magazine Luiza
6 – Cencosud
7 – Cnova
8 – Lojas Amaricanas
9 – Grupo Boticário
10 – B2W Digital