Recuperação de crédito é prioridade

0
8


O consumidor prioriza recuperar o crédito nesses últimos meses do ano. É o que aponta pesquisa mensal da Telecheque, empresa de concessão de crédito no varejo. O estudo mostra que o índice nacional de cheques sem fundos caiu 18,22% em novembro deste ano, se comparado ao mesmo período de 2005.

Em novembro registrou-se índice de inadimplência de 1,93%, enquanto que no mesmo mês do ano passado o indicador foi de 2,36%. Já em outubro o índice foi de 2,19%, o que refletiu queda também na comparação mensal, de 11,87%. No acumulado do ano, o indicador de transações com cheques sem fundos é de 2,57%, superior 8,44% em relação à média dos 11 meses de 2005.

“Os inadimplentes estão priorizando sua recuperação de crédito antes de voltar a consumir neste período de Natal. A primeira parcela do 13º salário já está sendo usada na quitação de débitos”, diz José Antônio Praxedes Neto, vice-presidente da Telecheque. Segundo o executivo, “os consumidores que estão saindo da inadimplência provavelmente voltarão ao mercado mais cautelosos, o que resultaria numa desaceleração do consumo nesse final de ano”, completa.

Ainda segundo o estudo da Telecheque, o valor médio de cheques transacionados no mês de novembro é de R$ 132,00, ou seja, 15,26% acima do valor de 2005, de R$ 114,00.