Relacionamentos nos dias de hoje

0
1

Cada vez mais ouvimos sobre a importância das pessoas dentro das organizações. E esta valorização vem acompanhada da percepção da real necessidade das empresas de se relacionarem diretamente com seus consumidores.

Desde os anos 80, quando houve o boom dos Serviços de Atendimento ao Consumidor (SACs), até os dias de hoje, quando acompanhamos o boom dos Programas de Fidelização e a conectividade das pessoas atingir níveis inimagináveis em função da internet, nunca foi tão evidente a importância da opinião e percepção das pessoas junto às empresas em que trabalham e às marcas e produtos que utilizam em seus cotidianos.

Uma boa gestão de RH deve estar baseada no profundo respeito, transparência e reconhecimento de cada colaborador; fundamentos que são idênticos nos Programas de Fidelização. E , na realidade, nos faz concluir que mais do que estarmos na “Era do Relacionamento”, estamos na era da “Sensibilidade”.

Utilizar a “razão” para identificar o que funcionários (ou clientes) desejam de nossas empresas já não é suficientemente bom. O desafio atual é utilizar nossa intuição e por que não dizer, os nossos corações, para ultrapassar o “concluir” e alcançar o “sentir” em todas as nossas atitudes pessoais e profissionais. E assim construirmos a empresa ideal, que certamente atrairá e fidelizará os clientes ideais.

Otavio Dias – vice-presidente da GreyZest Direct
[email protected]