Remédio pelo celular

0
4



Efeitos do e-commerce e mobile-commerce já atingem grande parte da população quando o assunto é aquisição de bens de consumo. Desde um simples livro até um carro, ou, uma casa, os consumidores estão buscando, antes de adquirir os produtos, informações na internet.


Segundo o recente estudo Maximizando o Acesso Móvel para o Desenvolvimento, divulgado pelo Banco Mundial, o uso da internet pelo celular no Brasil aumentou de 1,5% em 2005 para 2,7% em 2010 e para grupos de 100 pessoas, são 123 aparelhos utilizados. Esses números mostram o crescente uso de telefonia móvel no Brasil e, consequentemente, o acesso a aplicativos pelos celulares.  A tendência, daqui pra frente, é a maior utilização do m-commerce.


Para acompanhar este cenário, a 4Bio, empresa especializada na comercialização de medicamentos especiais, baseados em biotecnologia e  difíceis de encontrar em farmácias comuns, está investindo na comercialização de medicamentos via celular. “Queremos levar para o m-commerce, o mesmo sucesso alcançado em nossa loja virtual, que hoje já é responsável por 20% das nossas vendas totais”, afirma André Kina, diretor da companhia. O executivo lembra que a empresa partiu para o e-commerce assim que a Anvisa regulamentou a venda desses medicamentos pela internet, em 2009.


Segundo Kina, as formas virtuais de venda de medicamentos especiais impulsionará o Programa de Uso de Medicamento Contínuo da 4Bio que consiste, basicamente, em alertar o paciente que precisa adquirir uma nova caixa do medicamento, alguns dias antes que a dose em seu poder acabe. “Com esse alerta chegando via SMS no celular, o paciente poderá facilmente fazer uma nova encomenda e continuar o seu tratamento sem interrupções”, destaca o diretor. André esclarece que o objetivo do programa é criar facilidades para pacientes com doenças crônicas como diabetes, hipertensão, que necessitam da utilização recorrente do medicamento. Atualmente o programa conta com 600 pacientes inscritos.