Resultado de Doha preocupa Fecomercio

0
0


A Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio) avalia que o fracasso da Rodada de Doha sinaliza a falta de compromisso dos países desenvolvidos com um comércio internacional mais livre e justo. Na visão da entidade, a Organização Mundial do Comércio (OMC) é um importante instrumento para a internacionalização da economia brasileira, mas não é o único.

“O fracasso de Doha não pode servir de desculpa para o imobilismo. Precisamos de alternativas. É preciso repensar toda a estratégia brasileira e avaliar o interesse to País em buscar acordos de comércio condizentes com sua realidade econômica. Acordos com nossos principais parceiros comerciais – os Estados Unidos e a União Européia, por exemplo, não devem ser descartados e para isto devemos ter objetivos claros para o Mercosul”, diz Mário Marconini, presidente executivo do Conselho de Relações Internacionais da Fecomercio.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPL Tecnologia
Próximo artigoTIVIT contrata novos diretores