RM lança módulo para gerenciar financiamentos imobiliários

0
3

A RM Sistemas, empresa especializada em sistemas de gestão empresarial, lança um novo módulo incorporado à solução Corpore RM Projetos. Trata-se do Sistema de Gestão Imobiliária (SGI), ferramenta responsável pelo controle de financiamentos imobiliários e todos os processos envolvidos.

“Muitos de nossos clientes mostravam a necessidade de possuir uma ferramenta que pudesse gerenciar financiamentos imobiliários e suas particularidades”, afirma Henrique Diniz Mascarenhas, vice-presidente de tecnologia da RM Sistemas. Segundo ele, esse tipo de financiamento é o que possui o maior número de variáveis, por ser de longo prazo, sempre envolver um grande volume de dinheiro e permitir as mais variadas combinações de prazos e pagamentos.

O SGI é uma solução para gestão dos processos de financiamento, como comercialização, emissão de contratos e pagamentos. Por ser parametrizável, o sistema pode ser adequado à maneira que cada empresa pratica sua política de financiamento de imóveis. “Além disso, por administrar contratos de longo prazo, a parametrização permite que os acordos possam ser adequados à mudanças político-econômicas que venham a acontecer durante a vigência do mesmo”, complementa o vice-presidente.

Para a próxima versão do sistema as novidades deverão ser as funcionalidades web. Com elas, os clientes poderão acompanhar, via internet, o andamento de seu financiamento, verificar sua situação financeira e simular novos acordos, evitando filas e burocracia.

O Corpore RM Projetos foi desenvolvido para organizações que tenham como atividade o desenvolvimento de projetos. O sistema proporciona agilidade e segurança no orçamento, planejamento e acompanhamento da execução do projeto, por meio de aplicativos integrados que otimizam tempo e recursos, eliminando retrabalhos. “É uma solução de ponta-a-ponta, com ferramentas para o controle não só dos processos inerentes à atividade-fim da empresa, como também nos processos administrativos e financeiros, com total integração. Pode ser utilizado remotamente via dispositivos, como palm-tops”, finaliza Mascarenhas.