Rotulagem de produtos transgênicos

0
1


O governador Roberto Requião assinou na quarta-feira (22/03), decreto regulamentando a Lei 14.861/05, que determina a rotulagem dos produtos que contenham ingredientes transgênicos comercializados no Estado. A medida, que entra em vigor imediatamente, recebeu elogios da ministra Marina Silva, de entidades de defesa do consumidor, ambientalistas, movimentos populares e delegados de vários países presentes à 8ª. Conferência das Partes da Convenção sobre Biodiversidade (COP 8), que está sendo realizada no Expotrade, em Pinhais.

Requião disse, depois de assinar o decreto, que o governo não pode ficar só no discurso contra os transgênicos. “Os liberais dizem que as cooperativas e grandes corporações têm direto de escolher o que plantam, mas querem negar ao consumidor o direito de saber o que compram e o que comem. Por isso, regulamentamos esta lei de rotulagem dos transgênicos”, disse.

Durante a assinatura do decreto, a Consumers International, organização que representa 234 associações de consumidores de 113 países, comemorou a vitória conquistada pelos paranaenses. “Representamos sete milhões de norte-americanos e vocês alcançaram um direito básico que os Estados Unidos não possuem”, disse Michael Hansen, biólogo representante do grupo. “O Paraná como um todo – povo e governo – estabeleceu interesses acima das multinacionais. Vamos informar as organizações do mundo inteiro para que privilegiem a soja paranaense”, declarou.

Para o secretário de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Luiz Eduardo Cheida, a população tem o direito de saber o que e porque come. “A regulamentação dessa lei coloca em marcha um movimento que culmine na disseminação dos direitos básicos de todos os cidadãos, para saberem pra que é que servem as pesquisas feitas nos laboratórios”. E acrescenta que “para nós, do Paraná, a natureza é ainda a melhor invenção”.