SAS implanta solução para previsão de demanda na Ambev

0
33

A SAS Institute do Brasil integrou entre seus clientes a AmBev, companhia de bebidas. A empresa implantou, em agosto de 2003, uma solução para manter sob total controle a demanda de mais de 200 produtos entre refrigerantes, cervejas, água e isotônicos fabricados pela AmBev. Há 27 anos, o SAS Institute oferece soluções que cobrem todo o processo de transformação dos dados gerados por diversos sistemas em inteligência para a gestão estratégica. A experiência do SAS Institute nos mais diversos segmentos de mercado em todo o mundo possibilitou, no Brasil, que ele oferecesse a AmBev sua solução de previsão de demanda, para garantir que a empresa atinja plenamente seus objetivos de negócios: melhor previsão de demanda e maior eficiência nos processos de produção e distribuição.
Após dois meses de implementação, o SAS Demand Intelligence já permitiu o aumento em 16% na precisão da previsão de demanda comparada ao sistema anteriormente utilizado pela AmBev. Além disso, a empresa conseguiu, também, reduzir de 30 para 4 horas o tempo utilizado para gerar essa previsão. Em 60% dos itens, a solução de previsão de demanda do SAS mostrou-se mais precisa do que o antigo sistema usado pela companhia. Tiago Rino, especialista em logística & suprimentos, da AmBev, aponta, ainda, outras vantagens que a companhia conseguiu obter nos primeiros 60 dias de uso da previsão de demanda do SAS. Entre elas estão: previsão mensal de demanda por produtos a partir das informações obtidas junto aos departamentos de vendas disponível no início de cada mês; realização de simulações pelo departamento de logística de distribuição para estudar cenários alternativos e suas implicações; melhor determinação para a previsão de demanda para o ano de 2004.
A AmBev escolheu a solução do SAS para padronizar o processo de previsão de demanda de seus produtos, anteriormente descentralizado, garantindo à área de vendas um dado de previsão mais seguro, a partir de um método estatístico e baseado em informações históricas da companhia. De maio a agosto, a AmBev já estava utilizando um modelo estatístico para realizar esta previsão, mas a solução adotada pela empresa neste período consumia muito tempo para obter o resultado final. A utilização da solução SAS trouxe rapidez no tratamento dos arquivos, além de maior poder de processamento e capacidade de simulações dos meses anteriores para atestar a confiabilidade e a precisão.
A solução SAS melhorou, consideravelmente, a previsão de demanda da AmBev. No entanto, a companhia ainda quer mais. “O objetivo, além de agregar variáveis externas, é adicionar inteligência ao sistema e termos uma previsão de demanda semanal, o que contribuirá para diminuir ainda mais a chance de distorções”, completa Rino.