Shopping centers superam previsão

0
2



Dado divulgado essa semana pela Associação Brasileira de Shopping Centers – Abrasce reafirma o bom momento vivido pelo setor. A indústria de shopping centers no Brasil fechará o ano com faturamento 13% acima do total registrado em 2006, superando assim os 10% previstos inicialmente pela associação. O setor fechou o ano passado com R$ 44 bilhões, o que representou um crescimento nominal de 10,45% em vendas comparativamente a 2005. A Abrasce estima que o resultado de 2007 deve atingir R$ 50 bilhões, computados até dezembro próximo.


Para o presidente da Abrasce, Marcelo Carvalho, a ampliação na oferta de crédito, extensão dos parcelamentos decorrentes de juros menores, e o aumento no ganho médio dos brasileiros são alguns dos fatores que motivam o bom desempenho do mercado. “Além disso, o otimismo do cenário econômico estável e a proximidade do Natal aquecem as vendas em shoppings de todo o País”, completa Marcelo.


O presidente da associação ressalta que o mercado de shopping centers no Brasil vive um momento de franco crescimento, com anúncios freqüentes de aquisições, expansões e construções de novos empreendimentos. “O cenário é marcado pelo interesse de investidores estrangeiros em grupos de empreendedores locais, abertura de capital na Bolsa de Valores e parcerias entre grupos nacionais para novos empreendimentos”, destaca.


“Somente nos últimos dois anos, cerca de R$ 4 bilhões foram levantados juntando a captação de recursos na Bolsa de Valores e os investimentos estrangeiros. Os que ainda não fizeram captação ou negócios com investidores estrangeiros vão fazer ou estão com dinheiro em caixa e em condições de crescer”, complementa o diretor-executivo da Abrasce, Luiz Fernando Veiga.