Siemens implanta videoconferência para governo da Bahia

0
3

A utilização da videoconferência destaca-se cada vez mais entre empresas e instituições por suas inúmeras vantagens, como economia de tempo e de dinheiro. Agora, quem a está adotando é o setor educacional. Além da redução de gastos, esta área utiliza a tecnologia para proporcionar oportunidades por meio do ensino a distância. Este é o cenário da Secretaria da Educação da Bahia, que investiu na tecnologia para alavancar o ensino da região. Segundo informações do governo baiano, a formação de professores é uma das principais metas para os próximos quatro anos. Por meio da videoconferência, implantada pela Siemens Enterprise, serão efetivadas as ações de educação a distância do curso de formação inicial ou continuada e a capacitação de profissionais de educação.

O sistema de videoconferência é integrado por 40 auditórios e seis estúdios. Com isso, há a possibilidade de permitir a extensão de seus benefícios para outros setores do governo. A Siemens Enterprise também é responsável pela infra-estrutura desta tecnologia, que engloba montagem dos equipamentos, sonorização do ambiente e definição do layout das salas que serão utilizadas nos cursos. “Aceitamos o desafio de implantar a maior rede de videoconferência já instalada na América Latina em protocolo IP. Foi gratificante poder participar de um projeto de cunho social. “, declara Tomiyuki Ota, gerente de vendas da regional de Salvador da Siemens Enterprise.

Os recursos gastos com a implantação do sistema, compreendendo a adequação dos espaços, aquisição de equipamentos e o treinamento de pessoal estão em torno de R$ 7,5 milhões, oriundos de convênio firmado entre o Governo do Estado da Bahia/SEC e o Ministério da Educação/Secretaria do Ensino Médio e Educação Tecnológica.