SMS ainda é uma opção?

0
2
Com o avanço das tecnologias, algumas atividades rotineiras do passado caíram em desuso ou passaram por transformações para se adaptarem ao novo ritmo de vida. A televisão já está no computador, o livro é digital, poucos são os que leem jornais impressos, há também quem já não vá mais ao cinema. O mesmo vem ocorrendo com o telefone. Por conta da maior quantidade de pessoas que utilizam smartphones, o contato tem sido basicamente feito por meio dos inúmeros aplicativos e serviços de troca de mensagens. Pelo mesmo motivo, outro serviço que na opinião de muitos ficou obsoleto foi o SMS. Porém, não é muita verdade. Ele é, sim, uma opção de contato, principalmente, entre empresas e clientes. “Se antes o mobile era considerado somente uma ´extensão´ das ações digitais, hoje vem se tornando mais um fator para aumentar a competitividade de empresas e marcas”, aponta Felipe Lessa, diretor de marketing da Pagtel.
Segundo Lessa, utilizar o SMS como ferramenta de engajamento, contato e fidelização é uma boa opção, pois é democrática e segura. “Independentemente do sinal da internet ou do cliente possuir um smartphone com pacote de dados, é possível realizar transações e fazer pagamentos”, comenta. “O SMS é uma poderosa ferramenta de relacionamento para praticamente todos os segmentos, ainda que as estratégias possam variar de acordo com o segmento e perfil dos clientes.” Sem contar que ainda há a vantagem da conveniência, já que basta o cliente trocar mensagens com a empresa e é possível realizar diversas ações, como recarregar saldo, comprar produtos digitais e até doações. 
O diretor ainda conta que a Pagtel, no último ano, tem investido em soluções de pagamentos via SMS. Um bom exemplo desse serviço foi a boa experiência com as doações da AACD, para o Telecom 2015, na qual foram arrecadados mais de R$ 500 mil reais  por meio das mensagens de texto. “O case superou as nossas expectativas em termos de valores arrecadados e da aceitação do público de forma geral”, detalha. “Essa experiência que temos demonstra que a aceitação dos usuários é excelente. Quando realizamos os primeiros testes com este tipo de plataforma, havia o receio de que os usuários percebessem o serviço como pouco seguro. No entanto, a conveniência falou mais alto e tivemos um nível de engajamento alto.” 
 
Além disso, Lessa ressalta que esse é um tipo de serviço que pode ser feito por empresas de qualquer tamanho. Principalmente, as PMEs. Uma vez que os custos não são tão altos quanto a criação de um aplicativo e o retorno do público é positiva, compensando, assim, o investimento. “Sem conta que a simplicidade e a agilidade do pagamento via SMS surpreende, o que sem dúvida ajuda na fidelização dos clientes”, conclui.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVai passar?
Próximo artigoReviews são essenciais para as vendas