Clique e visite a landing do Congresso ClienteSA 2022

O canal para quem respira cliente.

Surpreendendo os clientes

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

Com mais de 50 marcas participantes, o Mastercard Surpreenda oferece 800 ofertas no modelo compre 1 leve 2. Como o próprio nome do programa já sugere, o intuito da MasterCard foi o de encantar os clientes por meio de surpresas e, também, conquistar novos consumidores que também se interessariam com o projeto. “Esse é o nosso programa de relacionamento, disponível para todos os portadores dos cartões da nossa bandeira, gratuitamente”, comenta a diretora de marketing para consumidores, Cristiane Ferreira. A executiva ressalta que por conta do sucesso, ele seja um dos principais exemplos da empresa em cross marketing. Afinal, é uma estratégia bem sucedida feita com diversos parceiros.

O intuito do cross marketing, segundo ela, é ser uma estratégia que gere novas soluções ou produtos, que possam fortalecer o negócio de ambos os lados, sempre com sinergia e eficiência. “No caso do MasterCard Surpreenda geramos novos clientes e fidelizamos consumidores existentes tanto para nós quanto para nossos parceiros”, detalha. Cristiane ainda explica que como a empresa está inserida em um mercado com muitos players, ter a união de outras empresas é essencial. Como é o caso de outra parceria, feita com a Caixa e a Tim, com o projeto Tim Multibank Caixa. “A MasterCard e Caixa encontraram a oportunidade de atuar  no meio de inclusão financeira, trazendo uma nova solução para pessoas que não tem acesso aos meios de pagamento tradicionais e serviços financeiros. Já a Tim, uma oportunidade de gerar a fidelização destes clientes”, conta.

A quem participa de ações do tipo com outros negócios, as vantagens tendem a alcançar ambos os lados. Uma vez que todos os envolvidos tendem a amplificar seu horizonte de atuação e, ainda, poder chegar a mercados que antes não faziam parte de seu projeto. Além disso, passa ao público uma credibilidade maior sobre o produto, uma vez que ele é sustentado por mais de uma marca. “O importante é a companhia ter claro o seu objetivo e identificar potenciais parceiros que podem somar a sua estratégia”, adiciona a diretora, que vê tais uniões como casamentos, em que se deve ter o mesmo ideal que o parceiro.

Depois da definição de empresas que possuem comunhão de perfil e público-alvo, Cristiane afirma que é importante ter claro o objetivo da campanha e ser transparente com os negócios envolvidos. “A ação em conjunto deve estar na intersecção de ambos objetivos que serão a base da estratégia do cross marketing. Dessa forma e com uma estratégia bem definida, as empresas estarão engajadas a gerar bons resultados para ambas”. Em seguida, esses objetivos devem suprir as necessidades dos consumidores, criando algo que traga uma melhor experiência para clientes de todos os lados.

Sem se esquecer de que é essencial ter uma forte atuação de CRM. “É preciso ter a autorização do consumidor para que ele possa fazer parte da régua de comunicação de ambas as empresa”, ressalta a executiva. Somente assim será possível que as empresas consigam estabelecer um relacionamento com ele, não apenas para o que for oferecido durante o cross marketing, mas também no depois.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima