T Services lança nova arma contra os hackers

0
2

A maior e mais completa base de vulnerabilidades do mercado, incluindo códigos CVE e Bugtrag, já está disponível no Brasil. É o firewall inteligente SP Protector, fabricado pela Security Point, que passa a ser comercializado na América Latina pela T Services São mais de 4.700 assinaturas de vulnerabilidades de redes distintas, atualizadas até quatro vezes por dia, utilizando chave de criptografia de 4096 bits.
O SP Protector é um appliance, dispositivo que deve ser posicionado entre o firewall padrão, quando disponível, e o roteador. Não necessita de configuração e trabalha out of box, ou seja, totalmente independente da rede, incorporando funcionalidades de anti-virus, firewall e IDS, neutralizando os hackers antes mesmo que eles atinjam a rede.

O grande benefício em utilizar o SP Protector, diferentemente de um firewall padrão, é que correções de vulnerabilidades, ou atualizações, podem ser feitas de acordo com a conveniência do administrador da rede sem comprometer a segurança da mesma. Existindo a vulnerabilidade o SP Protector garante a proteção da rede, até que as correções sejam aplicadas. Assim, o usuário não sofre o impacto de parar um ou vários servidores em pico de produção, o que poderia causar prejuízos ao seu negócio.

O SP Protector chega ao Brasil com preços a partir de R$ 13.800,00 para usuário final, incluindo a base de dados de vírus, worms e de ataques tipo Spam e DoS (denial of service). O hardware que tem 4,5cm de altura, possui CPU de 1GHz com 256 MB RAM e 40 GB Disco Rígido. As configurações de hardware podem variar, atendendo todos os tamanhos de rede.
A Security Point é uma empresa dinamarquesa, que também fabrica um range de scanners de vulnerabilidade fixos e portáteis para analisar tanto as vulnerabilidades internas, como as externas da rede.