Telefone móvel não substituirá fixo no curto prazo

0
2



Mesmo com o avanço dos telefones celulares, 80% dos brasileiros planejam manter o telefone fixo nos próximos 12 meses e apenas outros 20% têm intenção de se desfazer da linha tradicional para utilizar somente o celular. Essa é a principal conclusão da pesquisa realizada no Brasil pela KPMG Internacional. O levantamento foi feito ainda em outros 30 países com o objetivo de identificar os hábitos de consumo relacionados à tecnologia móvel.

 

Já, quando perguntados, se pretendem cancelar o serviço de assinatura de TV em casa nos próximos 12 meses, 66% disseram que querem manter, enquanto que 8% pretendem cancelar e 25% não têm o serviço. Entre os que pretendem cancelar esse serviço, a falta de oferta de um preço que justo (64%) foi apontado como o principal motivo.

 

A utilização de aplicativos por parte dos internautas brasileiros também foi pesquisada. Os jogos foram os mais baixados pelos entrevistados (48%). Já a música ficou em segundo lugar, com 45%, e mapas aparecem em terceiro, com 41%. Quando o assunto é o aplicativo que foi baixado mais vezes (acima de cinco), os vídeos ficaram em primeiro, com 54%, depois vieram as músicas, com 45%, enquanto gráficos e desenhos aparecem com 42%, e jogos, em último, com 37%.

 

Em relação aos padrões de compra, quem mais exerceu influência sobre o consumidor foram os fabricantes ou lojas na web (21%); sites que comparam produtos ou que dão voucher de desconto (17%); e a opinião de outros clientes e sites de ranking (15%). Os apontados como menos influentes foram blogs, chats e sites de classificação de terceiros (24%); página de um produto ou feita por fãs (22%); e redes sociais (18%).

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAno de grandes mudanças
Próximo artigoCliente cada vez mais no poder