TJ paulista terá ouvidoria para servidores

0
2



O Tribunal de Justiça vai criar uma nova ouvidoria, agora para atender os servidores do judiciário paulista. O anúncio foi feito pelo desembargador Antonio Carlos Malheiros, durante reunião com entidades que representam os servidores. O novo órgão vai funcionar nos moldes da ouvidoria do TJ. Segundo Malheiros, o cargo de ouvidor deve ser exercido por um desembargador aposentado que esteja disposto a trabalhar efetivamente contra o assédio moral aos servidores.


“Não basta ao ouvidor apenas ouvir a dor, servir de muro das lamentações e nada resolver. Ouvidoria deverá estar intimamente ligada aos corregedores para efetiva solução das reclamações apresentadas”, afirmou Malheiros. Segundo o desembargador, a nova ouvidoria vai funcionará de forma a manter o sigilo da identidade do reclamante e deverá apurar a fundo, qualquer caso de assédio moral ou desrespeito cometido, quer seja por chefes ou diretores, ou mesmo entre funcionários, quer seja por juizes.