Trend Micro prevê aumento de ameaças na web

0
1


A Trend Micro, empresa de antivírus corporativo e segurança de conteúdo, publicou o “Relatório de Ameaças de 2006 e Previsões para 2007”. A pesquisa, realizada e analisada pelo TrendLabs – laboratório da Trend Micro-, mostra que em 2006 o crime organizado manteve-se como a chave para roubo de identidade, espionagem corporativa e extorsão; enquanto os botnets apareceram como ferramenta popular entre invasores que pretendem realizar ataques direcionados. Para 2007, espera-se um novo aumento de ameaças na web. Em particular as direcionadas aos sites de relacionamentos.

Segundo o relatório, devido ao aumento do uso de banda larga em muitos países, os downloads de arquivos de mídia, de programas divertidos e outros tipos de dados estão se tornando muito populares. Os invasores mal-intencionados estão cada vez mais usando sites de relacionamentos para encobrir seus ataques, com usuários que de nada desconfiam e acabam fazendo o download de arquivos malignos, geralmente iniciando múltiplas rotinas de infecção. Por sua vez, a geração de lucro continua como a principal impulsionadora da maioria das ameaças, uma vez que, em 2006, os spams com imagens se popularizaram, ajudando a alimentar a venda e fabricação ilegais de drogas de marcas renomadas. Além disso, hackers e grupos de criação de spyware e malware uniram forças para fazer dinheiro às custas de usuários domésticos e corporativos.

No ano de 2006, desapareceram as grandes epidemias de vírus, que foram substituídas por ataques menores regionais ou direcionados, concentrados em um grupo particular de pessoas, como uma empresa ou um grupo de usuários específicos, aponta o estudo. Os ataques regionais são similares, mas o enfoque é um país ou uma região, com um ataque cuidadosamente elaborado fazendo uso de um evento que seria de importância para o grupo alvo. Os ataques maiores são bem diferentes nesta nova situação, afetando um número menor de usuários e geralmente associando múltiplos ataques para criar uma ameaça combinada. A Trend Micro prevê que esta tendência continue a ser adotada pelos invasores em 2007 e também nos anos seguintes.

As descobertas do “Relatório de Ameaças de 2006 e Previsões para 2007” incluem: aumento das ameaças digitais, apresentando uma média em torno de 163% ano sobre o ano anterior; aumento das ameaças com base na web em quase 15% desde dezembro passado, representando quase meio milhão de relatos neste ano; a luta contra o spyware parece ter atingido seu ponto mais alto, e alguns adwares estão à beira de se tornar malwares com o surgimento da “fraude do clique”; identificação de mais de 2 milhões de tipos diferentes de spams invadindo a Internet a cada mês; e aumento dos botnets em 15% desde dezembro passado, com mais de 140 mil botnets identificados a cada mês.

“O crime virtual avançou e se tornou um crime organizado, não é mais um jogo de invasores individuais,” afirma Fábio Picoli, diretor de vendas da Trend Micro para o segmento Midsize na América Latina. “Sabendo que a geração de lucros é a impulsionadora principal das ameaças, a pesquisa rastreou como os ataques mudaram, de rápidos para inteligentemente elaborados, com o objetivo de atingir grupos bem específicos e direcionados. As ameaças ocultas na web estão amadurecendo, e os usuários devem sempre ser mais cuidadosos com o material que fazem download e instalam, pois as ameaças combinadas estão cada vez mais habilidosas na tentativa de roubar dados ou dinheiro de usuáris e empresas”, conclui.